SONHOS LÚCIDOS HOME

mercy-s-dream-daniel-huntington 3

Elementos da Consciência em um Sonho Lúcido

  A Pesquisa           Ao buscar relacionar, através de uma recente pesquisa (VOSS, 2012), quais os principais elementos que diferenciam um sonho comum de um sonho lúcido, o estudo chegou aos seguintes resultados:  raciocínio, insights, controle, emoções positivas, memória e dissociação.            Trata-se de uma pesquisa pioneira, portanto os próprios pesquisadores admitem...

caveira 5

Graus de Consciência no Sonho Lúcido

    Uma pesquisa recente (VOSS, 2012) procurou elencar alguns fatores importantes para determinação do grau de consciência em um sonho lúcido: memória, raciocínio, emoções positivas e negativas, controle, insights, dissociação e realismo.      Elaborando-se um comparativo dos oito elementos, para com os sonhos comuns e os sonhos lúcidos, observou-se a presença irrelevante(para diferenciação, entre ambos estados), dos fatores realismo e...

warlock 19

Saber se está sonhando ou não… mas afinal, existe sonho “meio-lúcido”?!

É possível sentir medo em um sonho lúcido? Saber que está sonhando e ter dificuldade de recordar planos realizados no estado desperto?  Não conseguir controlar, fazer proezas fantásticas ou manipular o sonho, mesmo se sentindo plenamente consciente, como se estivesse acordado? Convido sonhadores lúcidos e interessados, para uma intrigante reflexão: considerando que existe uma cabal diferença entre saber que está...

cafesergiofilo 14

Café Filosófico: entrevista com Sérgio Arthuro M Rolim sobre Sono, Sonhos e Sonhos Lúcidos

Entrevista imperdível com Sérgio Arthuro Mota Rolim, sobre Sono e Sonhos Lúcidos, no Café Filosófico. A entrevista trata de temas como o sono e os sonhos, a consciência nos sonhos ou os sonhos lúcidos, possíveis benefícios e aplicações das pesquisas com sonhos lúcidos, além de outros temas relacionados. Confira:   Outras entrevistas com o Sérgio Rolim, podem ser conferidas nos...

IMG-20160827-WA0002 4

O Sonho Lúcido de Descartes

   René Descartes, muitas vezes conhecido como o “pai da matemática moderna” e o “fundador da filosofia moderna” é um nome facilmente lembrado e sempre enaltecido por suas gigantescas contribuições para matemática e à filosofia.    Em sua obra “As Meditações”¹, pode-se acompanhar seu ceticismo metodológico compondo um intenso jogo de crítica ao real, no qual busca alcançar alguma certeza...

inception-walls-closing 7

Prolongando a experiência do Sonho Lúcido

É bastante frustrante despertarmos com a memória que ficamos conscientes no sonho, porém sem êxito em prolongar a experiência. Para evitar esse pequeno drama, vale ressaltar algumas ferramentas que ao menos para mim,  vem apresentado uma grande eficiência.       A primeira, em ordem de importância, destaco como a Técnica das Portas ¹.  Principalmente porque ela lhe servirá não apenas...

zf_3 19

Entrevista com o psicólogo José Felipe Rodriguez de Sá

  Nosso entrevistado, José Felipe Rodriguez de Sá é graduado em psicologia pela Universidade Salvador, com pós-graduação em Psicoterapia Analítica pelo Instituto Junguiano da Bahia. Trabalha como clínico na TRIA – Terapia & Consultoria, da qual é sócio-fundador. Também é fundador do Roundtable Mitológico, da Fundação Joseph Campbell em Salvador. Atualmente está cursando Mestrado em Família na Sociedade Contemporânea na UCSal,...

1mQUSp 10

Desafio das Sombras

Um experimento interessante é praticado com certa frequência no Fórum e no Grupo do Facebook de sonhadores lúcidos. Trata-se dos “Desafios Lúcidos”, oportunidade na qual alguém propõe um experimento/desafio e os todos interessados podem participar. Recentemente foi proposto o Desafio das Sombras. O experimento: Encontrar sua “Sombra”. Para Carl Jung “a sombra é via de regra vivida em sonhos como...

325px-Brain_in_a_vat.svg_-1 9

A Contribuição dos Sonhos Lúcidos para o Estudo da Consciência

     Quando estamos em um sonho lúcido, conseguimos manter nossa consciência presente durante o sonho. Significa que apesar do corpo estar paralisado (no sonho típico de REM, em atonia muscular de fase REM), com um forte isolamento sensorial, ainda assim, somos capazes de raciocinar, usar a memória e vivenciar sensações tão intensas como no estado desperto. Algumas experiências, devido...