Aspectos sócio-demográficos, cognitivo-comportamentais e neuro-psicológicos do sonho lúcido

Pesquisa de Doutorado relizada por SERGIO ARTHURO MOTA ROLIM
Data: 19/06/2012. O resumo da tese de doutorado está copiado na íntegra logo abaixo:

          “O sonho lúcido (SL) é um estado mental no qual o sujeito está consciente de estar sonhando durante o sonho. A prevalência do SL em Europeus, Norte-Americanos e Asiáticos é bastante variável (entre 26 e 92%) (Stepansky et al., 1998; Erlacher & Schredl, 2011; Yu, 2008) e em Latino-Americanos ainda não foi investigada. Além disso, as bases neurais do SL permanecem controversas. Diferentes estudos observaram que a potência das frequências alfa (Tyson et al., 1984), beta parietal (Holzinger et al., 2006) e gama frontal (Voss et al., 2009) estava aumentada no SL em relação ao não lúcido.

Sérgio realizou uma pesquisa pioneira sobre sonhos lúcidos pela UFRN. A entrevista na íntegra com o pesquisador, pode ser lida aqui.

            Dessa forma, para investigar a questão epidemiológica (Estudo 1), elaboramos um questionário online sobre sonhos que foi respondido por 3427 voluntários. Em nossa amostra, 56% são mulheres, 24% são homens e 20% não responderam o gênero (mediana de idade = 25 anos). Um total de 76,5% dos indivíduos refere que lembra dos sonhos pelo menos uma vez por semana. Cerca de dois terços dos sujeitos observam o sonho em primeira pessoa, ou seja, vendo o sonho da própria perspectiva e não como mais um dos personagens do sonho. Os elementos mais comuns nos sonhos são movimentos/ações (93,3%), pessoas conhecidas (92,9%), sons/vozes (78,5%) e imagens coloridas (76,3%). O conteúdo onírico se relaciona principalmente com planos para o dia seguinte (37,8%) e memórias do dia anterior (13,8%). Os pesadelos apresentam principalmente ansiedade/medo (65,5%), ser perseguido (48,5%) e sensações desagradáveis que não envolvem dor (47,6%). Assim, sonhos e pesadelos podem ser evolutivamente entendidos como uma simulação das situações frequentes que acontecem na vida e que se relacionam com a nossa integridade social, psicológica e biológica.

         Observamos também que a maioria dos indivíduos (77,2%) relata ter tido pelo menos um SL, tendo experimentado na sua maior parte até 10 episódios (44,9%). A frequência do SL foi fracamente correlacionada com a frequência de lembrança dos sonhos .
         Para investigar mais detalhadamente as bases neurais do SL (Estudo 2), realizamos registros de sono em 32 sujeitos que não apresentam SL de forma frequente, e investigamos 6 sujeitos que apresentam SL recorrentemente. A primeira amostra foi submetida a duas técnicas cognitivo-comportamentais para induzir o SL: sugestão pré-sono (n = 8) e incubação de estímulos do ambiente (pulsos de luz) no sonho durante o SREM (n = 8). Um grupo controle não foi submetido a nenhuma das duas técnicas (n = 16). Os resultados indicam que é muito difícil induzir SL em laboratório, uma vez que conseguimos obter apenas um SL em um sujeito, que era do grupo em que aplicamos a técnica de sugestão pré-sono. O sinal eletroencefalográfico deste voluntário apresentou pulsos de ritmo alfa (7-14Hz) anteriores ao SL, de forma breve (aproximadamente 3s), sem alteração significativa do tônus muscular e independente da presença de movimentos oculares rápidos. O SL desse sujeito apresentou também uma maior potência de alfa (7-14Hz) na região parieto-ocipital, diferentemente do resultado observado por Tyson et al. (1984), que encontraram um aumento na frequência alfa, porém de forma não-localizada, ou seja, em média para todos os canais.

         Além disso, observamos também um aumento de gama (20-50Hz) na região temporo-parietal direita, como encontrado por Holzinger et al. (2006). Entretanto, esses autores observaram um aumento na faixa de frequência beta (e não em gama). Nos 6 indivíduos que frequentemente têm SL, este estado apresentou em média um aumento de potência em gama alto (50-100Hz) na região frontal em comparação com o SREM não-lúcido, como observado por Voss et al. (2009); no entanto, isso não foi consistente entre todos os 6 voluntários e pode ser devido a uma contaminação decorrente dos movimentos oculares.

Participaram da pesquisa 6 voluntários com sonhos lúcidos frequentes, dentre eles Bruno Grego, cuja entrevista pode ser lida aqui.

    Como conclusão, nossos resultados preliminares sugerem que o SL apresenta diferentes características neuro-psico-fisiológicas dos estados típicos de SREM e vigília:

    1) um aumento da potência da oscilação alfa em regiões parieto-ocipitais pode estar correlacionado a uma maior vividez visual do SL em comparação com o sonho não-lúcido;

     2) os pulsos de alfa anteriores ao SL poderiam ser micro-despertares, que facilitariam o contato do cérebro durante o sono com o meio externo, favorecendo a ocorrência do SL e fortalecendo a noção de que o SL seria um estado intermediário entre o sono e a vigília; 3) dado que as regiões temporo-parietal direita e frontal estão relacionadas com processos de formação da auto-consciência e imagem corporal, sugerimos que a ativação destas regiões durante o sono pode ser o mecanismo neurobiológico subjacente ao SL.”

Fonte:
http://www.sigaa.ufrn.br/sigaa/public/programa/defesas.jsf?lc=pt_BR&id=367

Você pode gostar...

9 Resultados

  1. Olá, seu Blog é muito informativo e maravilhoso! Realmente gostei. E gostaria de saber se vocês fazem divulgações de outros Blogs, meu Blog também é sobre sonhos porém sonhos diários 🙂
    Parabéns pelo trabalho.

  2. Oi Aline, seja bem-vinda!

    Brigadão pelo elogio.
    Dei uma espiada no teu blog. Parabéns!
    Vou adicionar nas sugestões sim.

    Abs e bons sonhos!

  3. KAMI disse:

    Matéria bem interessante, achei mais interessante ainda o fato da maioria dos adeptos SL serem mulheres…
    Matéria a parte, acabei de migrar do método Tholey, para o CAT mais a combinação de isocrônicos e um pouco de meditação todos os dias, e tive uma melhora de 50% na eficiência(até o momento)!

    • Tô devorando aqui uma entrevista fantástica com o Daniel Erlarcher. Infelizmente não fui eu quem entrevistei, mas é show ;D

      Pra quem não sabe o Daniel Erlarcher é um dos maiores pesquisadores da atualidade, liderou uma pesquisa-piloto da alemanha, sobre aprimoramento de habilidades motoras, através dos sonhos lúcidos…

  4. Vinicius disse:

    Márlon é o Vinicius
    Tem um tempão q não venho aqui
    acabei de ler um novo método no fórum e achei muito bom
    Você podia ler e se gostar publicar aqui também
    o link é esse:
    http://sonhoslucidos.forumeiros.com/t143-metodo-cald
    Um novo método sempre entusiasma os onironautas

  5. Bom estou tentando ter um.. Mais eu consigo e nao sei controla-lo.. O q adiantaria?
    Então queria saber quando eu tiver um sonho lúcido , como controla-lo .. Tipo como conseguir voar, mudar cor do chão.. Eu acredito q no sonho isso e possível..
    Se poderem me falar.. E o q? Tipo poder da mente?

    • Oi Daniel

      A gente pode conseguir manipular ou controlar o sonho sim, mas isso requer um pouco de engenhosidade. Recomendo uma boa lida na Técnica das Portas.

      O problema maior e que a Técnica das Portas trata bem, é o de ficar tentando forçar a narrativa do subconsciente. Isso favorece muito o despertar.

      A saída então é fazer o controle ou manipulação de forma indireta. Seja usando as portas, abrindo um baú etc 🙂

  6. Bom , acompanho seu blog a algum tempo (e a propósito ótimo blog) me interessei sobre o assunto..
    Mais tenho algumas dúvidas, se poder respondelas por favor ..
    1- como conseguir me movimentar por vontade propia?
    (E tipo só querer ou como se eu tivesse acordado?(coordenações motoras)
    2- como conseguir burlar a gravidade e voar?
    (e só pensar '' para o alto e avante'' ? Rs)
    3- se eu perceber que estou em um sonho como eu consigo mudar o ''roteiro'' do sonho
    Me movimentar como eu quiser?
    E naturalmente? Quando percebo que estou sonhando ja tenho controle sobre mim)
    4- Nos meus sonhos parece que eu nunca ando e sim deslizo no gelo
    Tem como consequentemente eu tirar proveito disso de algum modo?
    5- se num sonho lúcido eu tar em um lugar pessoalmente desagradável, a alguma técnica pará mudar o cenário?
    Isso ta mais pois reportagem com um grande mestre dos sonhos lúcidos.. E desde.já vlw pela atenção, Flw

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *