Caminhadas para Induzir Sonhos Lúcidos

   Seguindo as dicas de Stephen LaBerge, faz alguns meses que passei a dar mais atenção para minhas caminhadas. Sim, caminhadas podem estimular a indução de sonhos lúcidos, assim como outras atividades que possam provocar uma fuga da rotina ou do “automático”.
 
   A idéia é se expor a estímulos sensoriais diferentes. Quando fazemos uma caminhada, especialmente por novos lugares, podemos ser mais facilmente surpreendidos por belos ambientes, com a beleza de novos construtos arquitetônicos, árvores, animais, etc..

Caminhadas por belos ambientes, podem estimular a indução de sonhos lúcidos. Na foto, terrinha da minha ruiva amada: Três Barras – SC.

 
   O método de Tholey ressalta a importância que momentos inusitados podem ter para aplicarmos nossas reflexões “Estou sonhando ou não?”. Quando caminhamos por locais surpreendentes, a oportunidade para esse tipo de reflexão é acentuada.

   Minha quota de passeios e caminhadas em Curitiba já pareciam provocar algum estímulo interessante, mas o feriadão em Três Barras(SC), com boas caminhadas em lugares bucólicos e exuberantes, foi extremamente fértil na indução da consciência nos sonhos.

Visitar lugares novos, andar ou correr em caminhos diferentes, passear distraídamente… podem servirar para ajudar a induzir sonhos lúcidos.

   Segue o relato:

   “Em um hospital psiquiátrico, eu atendia como médico ou professor. Havia muitos pacientes e era dada bastante liberdade para eles.
  
     Percorrendo o lugar, avistei duas paredes que se aproximavam quase encostando, como numa cena famosa do filme Inception- A Origem. Ali percebi estar sonhando. Passei pelo lugar estreito e alcancei uma bela vista. Era uma cidade bem iluminada.

    Levantei vôo e decidi encontrar a casa da minha infância(meu velho experimento com memórias do subconsciente). Era uma vastidão de casas e não fazia idéia de onde pousar.

    Aterrisei próximo de uma casa e não a reconheci. Sabia não se tratar da casa dos meus 3 anos(Braço do Norte – SC).

    Resolvi voar até uma pequena casa. Voei para o alto de um penhasco. Lá abri a porta e adentrei. Os recintos eram pequenos e vazios. Estavam limpos e com pintura nova, como numa reforma recente. Fui atravessando diversas portas, boa parte delas sem maçanetas. A iluminação nos recintos oscilava, ora mais escuro e um pouco mais claro. Até que conseguir fazer tudo ficar bem nítido. Decidi sair de casa.

   Novamente na beira do penhasco, levantei vôo até um lugar ermo. Cheio de vegetação rasteira. Esse ambiente lembrava uma plantação de soja, da fazenda dos avós da minha esposa, o qual visitara no dia anterior.

   Contemplei aquele ambiente por alguns instantes. Era um vale com aquela plantas rastejantes por todo lado. Não havia muito o que fazer por ali. Voei de novo e pousei em frente da casa no alto do penhasco. Acordei em seguida.”

Você pode gostar...

20 Resultados

  1. ART disse:

    Apesar de não gostar de caminhar, acho que vou tentar essa dica aí Marlon pois se não fizer bem pros sonhos pelo menos vai fazer pra carcaça né não? Abraço

  2. cara adoro o seu blog e no mesmo dia que tentei seguir o livro q vc indicou "como ter sonhos lúcidos em 30 dias" eu consegui me lembrar do meu sonho, coisa q eu não faço a meses

  3. Free-Lipe disse:

    Caminhadas são o que há!! o/ Sempre gostei muito de caminhar despretensiosamente,e a algum tempo vi que realmente isso tem relação com minha frequência de sonhos lúcidos! Belo post, Marlon!

    • Valeu Felipe!

      Parece haver uma relação direta com aqueles sonhos lúcidos grandes ou os Supersonhos Lúcidos em que vamos caminhando e caminhando pelo sonho, com desejos ou planos por realizar e assim a consciência fica mantida, com mais facilidade 😉

  4. BrnLng disse:

    Olá, Marlon! Já acompanho seus experimentos há alguns meses e vc parece ter tido algumas boas "oportunidades" para tentar experimentar as chamadas "projeções" ou experiências de "consciência-fora-do-corpo," mas vc já tentou ou pensou algo sobre isso? Abraços,

  5. Olá! 🙂

    Estou impressionada por ter demorado tanto para encontrar o seu blog…rs Tenho sonhos lúcidos desde criança, sendo que na infância e adolescência eles eram quase que diários. Eu realmente pensava que todo mundo sonhava daquele jeito, apesar da minha mãe sempre falar que achava estranho eu saber que estava sonhando dentro do sonho, modificar fatos dentro do sonho e até programar o que iria sonhar à noite.

    Conforme fiquei adulta, percebi que os sonhos lúcidos foram diminuindo de acordo com o maior nível de stress pelo qual passava. E eu passei por fases brabas de stress…rs

    Nunca consegui compreender, exatamente, o que me fazia ter mais facilidade de despertar no sonho. Os livros do Carlos Castañeda, principalmente o "A Arte de Sonhar" foram bons, bem como o "Sonhos Lúcidos", da Florinda Donner Grau. Foi impressionante ler nesses livros detalhes de coisas que sempre aconteceram comigo e eu achava que era natural e corriqueiro…rs

    O fato de estar doente propicia em mim o sonho lúcido infelizmente (ou felizmente!!! rs) minha saúde é ótima! Praticamente não fico doente. Dormir fora de casa tb… E dormir de dia tb, apesar de que detesto dormir de dia, acordo sempre enjoada.

    Agora, eu fiquei refletindo sobre o que vc falou… O fato de fazer coisas diferentes, ir em lugares diferentes para estimular o sonho lúcido. Nunca tinha pensado nisso! E, é fato, há um ano que ando com dificuldade de ter sonhos lúcidos, apesar de estar numa fase totalmente desestressada! Em compensação, vim morar em um lugar muito tranquilo, mas acabo não saindo de casa. Como tenho trabalhado só via internet, às vezes passo dois, três dias sem nem sair de casa! Devo estar limitando demais minhas experiências sensoriais e com isso os sonhos lúcidos estão mais escassos. Vou testar isso! 😉

    Valeu pelas dicas!!!

    Abração!

  6. Olá Cacau, seja bem-vinda!

    Brigadão pela força! A principal fonte que me inspirei pra fazer o post foi o Stephen LaBerge. Não lembro se foi no livro dele "Sonhos Lúcidos" ou em alguma palestra dele.

    Resumindo, ele é enfático sobre a necessidade de tirarmos um tempo para gente, sair da rotina ou do automático. Caminhar por algum lugar estimulante, sempre é uma boa pedida 😉

    Quem se interessa por sonhos lúcidos, também de acordo com a Beverly D' Urso, precisa estimular um estado desperto lúcido, carregado com boas reflexões.
    Viver bovinamente, de modo apático ou mecanicamente, acaba trazendo sonhos simples em repetimos esse comportamento.
    Apesar q sonhos recorrentes, de acordo com o psicoterapeuta Paul Tholey, é uma maneira de induzir SLs.

    Abs e bons sonhos!

  7. Oi, Márlon!

    Bem, precisava vir aqui para contar…
    Apesar de não ter feito nada de diferente na minha rotina, esta madrugada não somente tive um belo sonho lúcido, como tb fui capaz de "ir e voltar" (acordar e retornar ao sonho lúcido) duas vezes, com o objetivo de resgatar uma informação que eu só conseguia ter acordada, mas não conseguia me lembrar totalmente estando "lá".

    E aí creio que entra uma outra questão que é o fato de falar sobre sonhos lúcidos. Isso sempre mexe comigo de alguma forma, como se me ajudasse a despertar.

    Valeu mais uma vez! Vou dar umas pesquisadas nos livros que vc falou.

    Abraço e bons sonhos! 😉

    • Jóia Cacau!

      Experiências bacanas heim menina!

      Tais anotando teus sonhos e seguindo algum método? Seja o MILD, WBTB ou Tholey, todos ajudam MTO a intensificar as experiências.

      Abs e bons sonhos! 😉

    • Oi, Márlon!

      Ainda não…rs Na verdade, eu sofro do mal de quem sempre teve sonhos lúcidos: falta disciplina para melhorar cada vez mais! rs Na verdade, nunca tinha ouvido falar desses métodos, até ler aqui. Vou ver se me empenho mais! 🙂

      Sabe uma outra coisa que costuma acontecer bastante comigo? Eu desperto dentro do sonho e me vejo deitada na minha cama, no meu quarto, exatamente onde estou naquele momento e percebo a movimentação de "seres" ou energias dentro do quarto. Às vezes, é legal… Mas às vezes não é não… Há uns três dias, por exemplo, vi um "ser" (um vulto, como uma sombra/silhueta humana) sobre o meu marido, que dormia ao lado, puxando a energia vital dele. Fiquei tão angustiada, que tive o impulso de empurrar o tal ser! Tomei um choque tão grande, que acordei com a mão e o braço direitos tremendo, com a sensação de choque mesmo. Tremenda bad-trip!

      Qual é a sua visão disso tudo e seres não físicos ou inorgânicos, como são descritos nos livros do Castañeda?

      Abraços oníricos!

  8. Luis_Carlos_corgan disse:

    ei marlon ei ja nao tenho tido muitos sonhos lucidos por causa da escola e de as, vexes nao me lembrar de faxer reality checks, mas sempre que acordo 6 horas depois de um bom sono, tennho tido 100% de ter sonho lucido cara!!! é incrivel, eu hoje acordei era 6 horas da manha depois fui a casa de banho e fui ao computador ler um bocado do livro "sonhos lucidos em 30 dias", que tenho no computador, e depois pus baixo, mas audivel um dos isocronicos a funciunar, e nao é que tou sempre falando para mim "hoje terei sonho lucido, hoje terei sonho lucido de repente nao me lembro de mais nada, como se tivesse passado dum coma ou algo do genero , derepente começei a sonhar porque eu lembrome perfeitamente depois de um apagamento total começei a avistar as primeiras imagens, que claro era da minha escola, mas aindo nao estava lucido, quando estou falando com umas colegas minhas, começo a desçer as rampas, e sem querer olhei para mim e disse "sera que tou a sonhar" e os meus dedos eram 6 na mao esquerda mas ai tive de olhar 2 vexes, mas olhe quando soube que tava sonhar tudo transformouse tao nitido que eu pensava mesmo que estava acordado, e entao vou a casa de banho da escola e quando chego á porta desejei que tivesse uma mulher linda la……..rsrsrsrs……bom quando abro a porta encontro duas mulheres com quem me envolvi e olhe ,foi incrivel nei sei expressar, as experiencias mas avançando, depois disso olhei para o espelho e começei a botar sangue pelo nariz, e ai assusteime e entao com a euforia acordei, mas foi incrivel mesmo……. No espelho eu parecia Kurt Cobain dos Nirvana….. rsrsrsrssr XD Com cabelo grande e tudo foi mesmo espectaculo,
    e parece que as tecnicas da porta tambem resultaram bem comigo………..

    bONS SONHOS a todos onironautas e mais uma vez marlon este blog é melhor para mim sobre este tema completamente fantastico

    • E aí Luis!

      Essa acordada do MILD ou WBTB é muito estratégica mesmo!! Tenho praticado sempre, com ótimos resultados. E aplico o Tholey junto. Como tu mesmo já percebeu, faz a gente ter maiores chances de ficar consciente nos sonhos. ;P

      Brigadão pelos elogios Luis! E continue relatando rotinas e sonhos. Isso é sempre bem estimulado entre os onironautas.

      Abs e bons sonhos!!

  9. Ana disse:

    ola pessoal
    tive um sonho lucido recentemente que tinha um loop,eu fazia algumas coisas e depois voltava pro ponto inicial do sonho. isso aconteceu varias vezes antes de eu acordar. alguem ja teve algum parecido??

    • Oi Ana,

      Sonho em loop… acho q o máximo q aconteceu comigo foi estar louco de sono e sonhar várias vezes que já tinha levantado da cama, feito diversas coisas e caído noutro falso despertar, de novo saindo da cama!… rsrsrsrs

  10. teen gangbang disse:

    I truly appreciate this blog article.Much thanks again. Cool.

  11. This is a wonderful website. The site owner has carried out a superb job of putting it together, the info here is really insightful.

  12. Thanks for sharing, this is a fantastic post.Much thanks again.

  13. Olá pessoal,
    Meu nome é Inácia Maria, tenho hoje 35 anos. É a primeira vez que escrevo neste blog. Tenho sonhos lúcidos acho que desde a infância. O 1º que me marcou foi aos 13 anos. lembro que acordei aos prantos achando que sofria uma especie de maldição. A partir daí tive vários durante a minha adolescência inteira. Achava horrível a sensação,. Durante os sonhos tinha muito medo e panico. Era algo tão forte que eu pressentia que ia ter. Tentava ficar acordada e não conseguia, era como se eu mergulhasse no sonho. Sempre ocorria o falso despertar, eu achava que acordava ia até a sala contava para meus familiares o sonho que estava tendo quando percebia que continuava sonhando. Com o passar dos anos eles foram diminuindo, mas continuo tendo, só que hoje tenho menos medo e panico. Aconteceu um dia que estava viajando de ônibus e deitei nas duas poltronas, comecei a ter um sonho lúcido, o ônibus parou , entrou um passageiro com o bilhete ao lado da minha poltrona, eu percebi todo o movimento, vi ele parado me esperando desocupar o assento, porém eu não consegui, até que ouvi outra pessoa lhe oferecendo assento. Depois que ele se acomodou deu despertei. Já tentei bater a cabeça na parede para acordar do sufoco do sonho ou pesadelo. Até então não sabia do que se tratava, todas as pessoas que convivia não conheciam ou já tiveram. Só recentemente, que li a respeito sobre sonhos lúcidos e paralisia dos sono. Hoje consigo controlar e ter sonhos interessantes. Agora sinto falta da fartura de sonhos que tive no passado e não soube aproveitar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *