Explorando a Memória nos Sonhos Lúcidos: Minhas Primeiras Lembranças.

Você pode gostar...

22 Resultados

  1. Eae Márlon, tudo bom contigo, finalmente fui o primeiro a comentar um dos seus posts.
    Até Mais.

  2. KAMI disse:

    Já citei 2 acontecimentos comigo ligados a esses fatos… em uma breve lucides em uma escola, lembrei de vários colegas de classe que estudei, o rosto de cada um era perfeito, e o mais interessante é que enquanto lucido nunca lembraria dos mesmo!

    • Grande Kami,

      Bem curioso esse teu experimento. Tu havia previamente tentado relembrar o nome e rosto da turma? É um belo exemplo de experimento esse teu! Acho que vou adotar também.

      Da mesma maneira que elenquei as 9 recordações primordiais, tentar elencar uma turma do primário ou quem sabe até do jardim. Colocar no papel o que lembra e tentar no sonho lúcido recordar o que não conseguiu acordado. Gostei da tua idéia companheiro!

      Abs e bons sonhos!

    • KAMI disse:

      Não planejei nada. Cheguei na sala de aula aleatoriamente explorando e utilizando a sua técnica das portas! Mas agora você me deu uma ideia, vou planejar algo que aprofunde mais ainda do que memórias da sétima serie!
      Até mais!

  3. Olá a todos, estou desenvolvendo um site com o tema sobre sonhos lúcidos, gostaria que comentassem que acharam do design.
    Segue o link do site:

    http://sonho-lucidos.blogspot.com.br/

    OBS: O site ainda está na fase de desenvolvimento, existem alguns erros a reparar e itens a remover.

    OBRIGADO
    E Até Mais.

    • Está ficando ótimo Pablo. A propósito, não quer assumir o blog "Liga de Onironautas"?
      Posso comprar esse domínio até. Com o teu trabalho de arte e design dá pra arrebentar.
      Meu email: marlonjatahy@sonhoslucidos.com

      Abs!

    • Zennky disse:

      Eae Márlon, adoraria assumir o blog "Liga de Onironautas", penso que posso trazer uma cara nova ao blog e deixa-lo mais popula.
      Mas confesso que não poderei trabalhar com ele no momento, pelo menos até me livrar um pouco dos meus afazeres, ultimamente estou sem tempo pra quase nada ( cursando Edificações pelo IFRO "Instituto Federal de Rondônia").

      Mas estou disposto a assumir o blog, e apartir de agora vou começar a pensar o design apropriado para o blog.

      OBS: Eu peguei seu email logo entro em contato, se quiser o meu é
      pablozenki@hotmail.com.

      Até Mais.

    • Blz Zennky, vamos trocar umas idéias então ;D

  4. Anônimo disse:

    Gostaria de saber se algum de vocês já teve experiências com sonhos lúcidos sob o efeito de álcool ou drogas, ou até mesmo com o uso dessas substâncias dentro de um sonho.
    Abraços.
    JD

    • Evandro disse:

      eu ja tive um sonho não lucido em que fiquei embriagado, e um pouco depois eu ja não estava mais, foi muito louco!

    • Olá onironauta

      Um bom argumento contra o uso é que no estado desperto o álcool e outras substâncias já embotam a consciência, tornando difícil um raciocínio mais afiado ou resgate de memórias. Imagine então no estado mental dos sonhos que é mais difícil conseguir manter a consciência! ;D

    • Evandro disse:

      eu n usei quando estava dormindo, alias eu nunca bebi, foi no sonho que eu bebi e fiquei tonto, não bebi no estado de desperto…

    • A reação pode ser peculiar pra cada um. Se alguém imagina que pode ficar tonto bebendo no sonho, ela realmente pode ficar. Se achar que pode se transformar no Mr. Hyde, pode acontecera. Quem manda no sonho lúcido somos nós e claro, nosso subconsciente. Vai sempre funcionar como uma espécie de indução de uma certa expectativa, medo, algo que guardou no subconsciente, efeito que já suspeitou que aconteceria ou totalmente aleatório se não chegou a pensar sobre isso. 🙂

  5. Anônimo disse:

    Oi Márlon, preciso da sua ajuda… não tenho concentração nenhuma e sempre durmo derrepente.. geralmente durmo com a TV ligada pois tenho desturbio do sono… não sei se é isso que me atrapalha, mais tentei uma vez aquela rotina de acordar em um horário diferente todos os dias… não me lembro o nome desse metodo, eu sei que não estou me esforçando o bastante, mais preciso da sua ajuda pra conseguir me concentrar ao dormir, porque quando tento perco o sono, me ajude 🙂

    • Oi onironauta,

      Dormir fácil geralmente assistindo TV, tentando ler um livro ou tarefas simples/repetitivas pode ser sintoma de débito de sono. No teu caso tu comentou que tem algum distúrbio de sono, provavelmente tem relação. A melhor alternativa me parece que seria tratar esse distúrbio.

    • Anônimo disse:

      Eu já passei por isso, ter dificuldades pra dormir…A solução foi simplesmente na hora de dormir se concentrar na respiração ( sem tentar controlar a respiração, apenas observar), deixar problemas e preocupações de lado e apenas ficar concentrado na respiração. No começo pode ser um pouco dificil se concentrar mas garanto que você dorme

      Quanto ao post deixa eu ver se eu entendi, você está tentando acessar memórias que não se lembra no seu estado lúcido? É isso?

      PS: Blog fantástico, parabéns pelo trabalho 😀

  6. Anônimo disse:

    Obrigado! Queria lhe perguntar outra coisa também, eu andei pesquisando mais não acho em lugar algum… existe a possibilidade de duas pessoas terem o mesmo sonho, sem querer… ou até mesmo, ter o mesmo sonho lúcido, existem formas de indução ou somente existem?

    • Sonhos compartilhados por enquanto só na ficção. Agora sempre dá para brincar de combinar de desejarem um mesmo tema no sonho, como por exemplo abrir uma porta que vá sair num mesmo ambiente… por exemplo uma sala de colégio q ambos estudaram… ou um museu q ambos curtem, uma sala, varanda… dá sim pra se divertir com a brincadeira e depois trocarem figurinhas com o q aconteceu. A imaginação é o limite ;D

  7. Ana Carol disse:

    Show de bola, tô me aprofundando agora no assunto. Quem sabe no futuro vou ter memórias boas a explorar.

  8. É possível que em algum sonho possamos ter lembranças de outras vidas ou até mesmo outra mente?

    Hoje tive um sonho curioso em que nele definia-se o ano 1986 e estava nuns dois dias em uma sala de aula como se conhecesse as outras crianças. Nele tinha um papel fundamental de vincular dois amigos em um romance juvenil, num plano de fundo onde haviam um professor bastante ríspido e amigos verdadeiros. Me pareceu tudo tão real que não ouso dizer que não o vivenciei. Uma noite, uma história, varias emoções. Improvável eu ter passado por isso na infância, vez que meu ano de nascimento é 1984 e teria apenas 2 anos, mas acordei com um sentimento verdadeiro de amor por aqueles personagens que nem conheço realmente. Uffa! Só queria falar sobre….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *