Graus de Consciência no Sonho Lúcido

    Uma pesquisa recente (VOSS, 2012) procurou elencar alguns fatores importantes para determinação do grau de consciência em um sonho lúcido: memória, raciocínio, emoções positivas e negativas, controle, insights, dissociação e realismo.

     Elaborando-se um comparativo dos oito elementos, para com os sonhos comuns e os sonhos lúcidos, observou-se a presença irrelevante(para diferenciação, entre ambos estados), dos fatores realismo e emoções negativas. Interessante notar que isso leva a ponderações um tanto curiosas.

      Emoções Negativas

caveira

     Ao se considerar que as emoções negativas não são determinantes para diferenciação de um sonho lúcido do sonho comum, pode-se levar a conclusão sobre o fato, do qual, o sonho lúcido pode sim estar carregado com emoções negativas.   Logo, qualquer sonhador, mesmo durante um sonho lúcido, poderia ser surpreendido por emoções negativas, independente da manutenção da consciência.

    Interessante notar, porém, sobre uma bem aventada possibilidade de benefício (ROLIM, 2012) dos sonhos lúcidos: o controle de pesadelos recorrentes, especialmente nos casos de vítimas de stress pós-traumático. Dessa maneira, vale ressaltar a situação no qual o sonhador, mesmo confrontando seus pesadelos e lúcido, ainda assim teria a necessidade de lidar com suas emoções, haja vista, a presença da consciência não ser necessariamente, uma inibidora de emoções. Em suma, somente conseguir ficar lúcido em um sonho não significa, necessariamente estar livre dos sentimentos negativos.

filomena

Filomena em seus momentos reflexivos-existenciais…

     O outro lado dessa moeda, diz respeito às emoções positivas. E nesse caso, sua presença estaria marcantemente relacionada aos sonhos lúcidos.

Realismo

   No caso do realismo, ao ter sido elencado como presença indiferente tanto para o sonho lúcido, como para o sonho comum, imagino que para o leitor, possa causar alguma estranheza. De fato, caminhando um pouco mais pela minha subjetividade e relembrando minhas experiências particulares, fico com a impressão que os sonhos lúcidos mais intensos – particularmente aqueles que gosto de denominar “supersonhos lúcidos” – possam carregar mais realismo. Por outro lado, fica difícil rebaixar o realismo provocado por algum belo pesadelo.

   Trata-se de uma questão a ser bem refletida. Ao compararmos a média de nossos sonhos lúcidos e o padrão dos sonhos comuns, seriam todos eles munidos do mesmo grau de realismo?…Situações do cotidiano parecem ser vivenciadas nesses dois estados?

bancadegibi

   Quanto ao realismo em si, o conceito proposto na pesquisa, buscou abranger uma equivalência de aspectos relacionados a  emoções, pensamentos e eventos tipicamente vivenciados no estado desperto.

   Deixarei os demais seis fatores – memória, controle, raciocínio, emoções positivas, insights e dissociação, para posts subsequentes.

 

Referências Bibliográficas:

MOTA-ROLIM, SA. Aspectos epidemiológicos, cognitivo-comportamentais e neurofisiológicos do sonho lúcido. 2012. 331 f. Tese (Doutorado em Estudos de Comportamento; Psicologia Fisiológica) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.

Voss, U., Schermelleh-Engel, K., Windt, J. M., Frenzel, C., and Hobson, J. A. (2013). Measuring consciousness in dreams: the lucidity and consciousness in dreams scale. Conscious. Cogn. 22, 8–21. doi: 10.1016/j.concog.2012.11.001

Você pode gostar...

5 Resultados

  1. Hiriu disse:

    É importante recorrer às referências para mais detalhes. Ótimo post.

  2. Antony de Jesus disse:

    Boa tarde. Estou utilizando o método VILD, e gostaria de saber em quanto tempo mais ou menos ele funciona. E quanto ao diário dos sonhos, estou usando o App “Sleep Better”, e lá tem um espaço para notas de sonhos, tudo bem se eu escrever lá, ao invés de usar gravador ou caderno?

  3. Fernando disse:

    Marlon, tenho uma dúvida que sempre vem a tona.
    Em todos meus sonhos lúcidos, o meu subconciente faz de tudo para eu perder a lucidez, falsos despertadores, troca de ambiente, lucidez sumindo como uma lâmpada.
    Tenho a impressão que sou um intruso, e sempre tenho que ludibriar meu subconsciente para continuar no SL, as vezes é até cansativo, nunca consigo fazer plenamente o que desejo, tenho que usar técnica das portas que descobri aqui, para me manter lúcido.
    Sabe se existe algum estudo nessa área, na qual fala da necessidade do subconsciente manter você sem lucidez durandurante o sonho?
    Um abração.

  4. Nathan disse:

    O motivo pelo qual venho tentando ter sonhos lucidos e por um sonho que tive a algum tempo atras.
    Nele eu estava em um dormitorio de uma universidade, (mas eu ainda nao faço faculdade), este dormitorio era igual ao meu quarto na vida real.
    Então neste dormitorio encontrei uma garota que aparentava ter uns 9 anos (bem mais nova que eu), ela tinha o cabelo preto que estava preso acho que era rabo de cavalo ou sei la. Ela possuia uma aparencia asiatica.
    Daí do nada eu disse pra ela que eu era um covarde,(pois tenho problemas com ansiedade por questoes hereditarias, mas nao chega a ser um problema grave). Mas então ela me disse que eu não era um covarde.
    Depois disso acordei me sentindo um pouco mais “corajoso” que o normal. Entao decidi pesquisar sobre sonhos para agradecer aquela garota por ter me motivado a seguir em frente ou sei la, até que cheguei a conclusão que eu deveria tentar ter sonhos lúcidos.

    P.s.: escrevi isso por que queria compartilhar com vcs.

  5. osma da paixao rodriguies disse:

    quero fazer um pacto verdaderio parar ganhar na loteria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *