O Marquês dos Sonhos: Léon d’Hervey de Saint-Denys

    Marie-Jean-Léon Lecoq, marquês d’Hervey de Saint-Denys ou marquês de Saint Denys é reconhecidamente o primeiro a começar a desbravar sozinho o estudo dos Sonhos Lúcidos. Fez isso movido por uma curiosidade contagiante e por meio de suas próprias auto-experimentações. Seu primeiro livro “Sonhos e como guiá-los” de 1867, relata mais de vinte anos das suas incursões oníricas.
    É praticamente uma unanimidade nas grandes obras sobre a consciência nos sonhos, com relação ao valor da contribuição pioneira de Saint Denys. Pesquisadores e autores de livros como Patrícia Garfield(1974), Célia Green (1968) e Stephen Laberge (1985,1988) são alguns exemplos. Allan Hobson, renomado neurofisiologista em pesquisas do sono o qualificou como “o maior dos autoexperimentadores da história da pesquisa sobre o sono e os sonhos”.
Marquês de Saint-Denys, o pioneiro no desbravamento do estudo da consciência nos sonhos.
    O marquês também tinha uma rotina de trabalho(apesar do título), sendo professor de língua e literatura chinesa. Durante a noite é que se voltava para suas experimentações. Seus registros começaram aos 13 anos de idade e suas pesquisas chegaram ao nível de ser levado ao reconhecimento de Freud que fez a seguinte afirmação sobre o mesmo: “o oponente mais enérgico de quem pro­cura depreciar o funcionamento psíquico nos sonhos”.

Sonhos e como Guiá-los de 1867 é o primeiro livro a tratar  sobre o estudo da consciência nos sonhos.




Na parte inicial do livro, Saint-Denys aborda como foi o aprimoramento  da sua habilidade de controlar os sonhos. Começou melhorando a recordação dos seus sonhos. O que atualmente é pacífico entre os especialistas, pesquisadores e terapeutas dos sonhos, posteriormente, ficando ciente de estar sonhando; depois, aprendendo a acordar segundo a própria vontade e por fim conseguindo até certo ponto, dirigir as narrativas do sonho. A segunda parte de Sonhos e como guiá-los revê as primeiras teorias dos sonhos e apresenta ideias próprias baseadas em ampla experiência pes­soal. O trecho abaixo pode dar uma noção da abordagem do marquês:

“Adormeci. Estava conseguindo ver claramente todos os objetos que costumam adornar o meu estúdio. Minha atenção pousou numa bandeja de porcelana em que mantenho os lápis e canetas e que tem uma deco­ração muito fora do comum (…) De repente pensei: sempre que estou acordado e -olho para esta bandeja, está inteira. E se eu a quebrasse no sonho? Como a minha imaginação iria representar a bandeja quebrada? Imediatamente quebrei-a em vários pedaços. Peguei os pedaços e examinei-os atentamente. Observei as arestas afiadas das linhas de ruptura e as trincas dentadas que separaram as figuras da decoração em vários lagares. Nunca havia tido um sonho tão vívido”.
     LaBerge em seu livro Sonhos Lúcidos, cita em vários parágrafos, o marquês e suas pesquisas. Alega que muitos dos sonhos de Saint-Denys “podem receber a culpa de deixar de dar alguma expectativa.” O pesquisador aponta que ficou demonstrado na sua pesquisa em Stanford, quanto a parecer que as expectativas são um dos determinantes mais importantes do que acontece nos sonhos. Sejam eles conscientes ou não.
   Dessa maneira, caso a gente faça experiências com sonhos( e ficar na expectativa de um determinado resultado), muito provavelmente conseguiremos os resultados que aguardamos. Stephen LaBerge explica que Saint Denys caiu nessa armadilha  algumas vezes. Porém, de modo algum essas ocorrências fazem qualquer mal ao grande mérito do pesquisador que foi ter conseguido demonstrar com seu livro, seus relatos e experiências sobre a possibilidade de ter sonhos lúcidos.

Fontes:

Você pode gostar...

26 Resultados

  1. Mari disse:

    Oiee,
    aqui, sobre o metodo postado anteriormente, eu tentei ele, mas tipo, eu voltava para o mesmo sonho, mas n lucida! pq sera??

  2. Oi Mari!
    .
    O LaBerge comentou no livro dele que o método é especial pra continuar tendo sonhos lúcidos numa mesma noite…
    .
    Tu estava lúcida no primeiro? Voltar pro mesmo sonho parece bem adequado pro método tbém 😉

  3. Olá Marlon!

    Estive lendo seu blog atualmente e me interessei pelo assunto e gostaria de me aprofundar se possivel ser alvo de pesquisa dos seus estudos também, isso seria uma honra, gostaria de aprender mais e trocar experiencias há uma possibilidade de contato?

    meu msn é; raposa.vertical@windowslive.com

    caso queira responder apenas por e-mail é esse;
    breno.phoenix5555@gmail.com

    Abraço!

    Breno Oliveira

  4. Opa a honra é minha onironauta!
    Vamos compartilhando as experimentações então Breno.
    Primeiro passo é conseguir dar uma intensificada na frequencia e duração dos sonhos lúcidos.
    Até hoje venho trabalhando nisso.
    Tens anotado ou usado diário de sonhos?
    Tais usando algum método? Reality Check?
    Te adicionei por aki.
    Meu email(msn uso raramente-mta correria com a facul e trabalho):
    marlonjatahy@sonhoslucidos.com

  5. Ivone disse:

    Tenho usado o método WBTB e tem funcionado que é uma maravilha! Mais um texto caprichado! Parabéns Marlon!!

  6. Oi Márlon!
    Sim, na sua última resposta ao meu comentário, faz um tempinho já (no sonho premonitório), você acertou: sou recém-formada em Psicologia, rs. Meu interesse por interpretações não é a toa.

    Recentemente ando prestando atenção àquela "viajada" de logo antes de dormir, acho que já vi vc falando alguma coisa sobre isso… é sonhar? Porque são sequências de imagens sem lógica alguma!

    Ao mesmo tempo a minha consciência tem piques de retornar à ativa, e eu me surpreendo com as viagens (não sou da psicanálise, mas Freud riria das brigas entre o meu id e superego). Consegui tirar até algumas lições de vida das interpretações que eu faço desses breves "sonhos".

    Seu blog é de alto nível!!! Teria mais alguns, assim, pra me indicar? Não necessariamente do mesmo assunto… 😀

    Abração!

  7. o livro parece ser bom, talvez quando eu tiver um tempo eu vou ver se leio esse tb 😀
    Tive um SL curtinho hj, espanquei um japa muito tosco que tava me fazendo raiva.Eu fiz o RC do nariz. Acho que talvez o toque isocrônico tenha ajudado.

    Ah Marlon nem contei sobre o filme que vi: Mrt.Nobody (Sr. ninguém) além de muito interessante ele está um pouco relacionado a sonhos lúcidos, pouquinho, como aquele que você me recomendou (dos órgãos artificiais e etc), mas o filme é muito legal msm 😀

  8. Mari disse:

    marlon,
    uma noite dessas eu fui dormir mas não estava conseguindo direito, tipo, eu fechei o olho e fique deitada assim por um tempo, mas conseguia ouvir tudo o que se passava a minh volta, qndo minha irma entrou no quarto e abri o olho e olhei o relogio, haviam se passado quase uma hora. você saberia me dizer o que aconteceu??? Por que para mim pareciam minutos, eu ouvia a tv, as conversas. mas quando olhei o relogio ja tiam se passado mt tempo!

  9. Oi Ivone! Brigadão pelo elogio.
    .
    Olá Aniely!
    .
    Essas imagens parecem ter nome sim. Volta e meia são descritas nos métodos do tipo WILD, DEILD… esses que se utilizam da idéia de entrar no sono, diretamente conssciente…
    Ei! É mto bom ter uma onironauta da área da psicologia por aki 🙂 seja sempre bem-vinda!
    Outros Blogs… hmmm coloquei alguns ali nos prediletos, mas vai do gosto pessoal sempre.
    .
    Grande Túlio,
    Já anotei tua sujestão 😉
    ,
    Mari, quanto a estranha percepção do tempo acho que é assim mesmo. Apesar dos estudos do tempo do sonhos lúcidos apontarem pra equivalencia do tempo na vigília com o sono…

  10. Olá Marlon!

    Como perguntou, passei a anotar os sonhos sim, até o agora tive um que foi bem nitido no entanto confuso. ainda não escolhi um método pois estou lendo acerca disso. Tentei a "paralisia corporal", consegui induzir um estado um tanto curioso, e enquanto estava sob efeito me levantei da minha cama e tentei acender a luz, não obtive exito. Embora o meu computador estivesse ligado normalmente por mais eu que apertasse o interruptor a luz não ligava, fiquei meio sem reação pois era tudo muito real, eu simplesmente não consegui fazer mais nada me deitei de novo e adormeci. Tirei um pequeno cochilo e assim que acordei tentei ligar luz novamente e ligou normal. Foi que lembrei sobre algumas coisas que li aqui mesmo sobre os aparelhos eletronicos e foi bem interessante. O que pode ter sido? um inicio? ja aconteceu isso com mais alguem?

  11. hmmmm acordei após pouco menos de 5h de sono com alguns fragmentos de sonhos pra anotar… sem usar despertador, claro, pois tenho usado o MILD OU O WBTB.
    ,
    Anotei os fragmentos, quatro pequenos sonhos em pedaços… vou experimentar programar para acordar daki 90 min e dpois mais 90 min, para experimentar pegar 2 fases REMs maiores. Sei q não é legal pro sono quebrar os ciclos assim, mas aproveitando q estou mto bem fisica e mentalmente e nao tenho aula hj 😉
    .
    Tive um sonho lúcido 2 dias atrás, então dá um estímulo ainda maior.
    .
    Aniely,
    Esses fragmentos de a que tu se refere não são as alucinações hipnagógicas que temos ao adormecer?
    .
    Grande Breno,
    Pelo jeito tu fez um Reality Check ou teste de realidade no sonho. Tu assistiu o Waking Life? Tua descrição bate certinho com a do protagonista do filme enquanto ele tá descobrindo o sonho lúcido. Parabéns pra ti!!

  12. Oi, Márlon!
    Então, acredito que as "viagens mentais" se tratam de imaginação mesmo. Rs. Alucinações provém da percepção, e neste caso eu chuto longe acreditando que esta viajada específica acontece no início do sono de todo mundo.

    Pra dormir é preciso haver uma entrega. No caso de pessoas que sofrem pra conseguir dormir, isso poderia decorrer da dificuldade de se entregar a essa imaginação prévia. Quando a consciência (e a autonomia!) se põe a dormir, as emoções tomam conta, trazendo consigo as angústias recentes em forma de símbolos.

    As pessoas que podem dormir rapidamente entregam-se fácil ao sono. Podem nem prestar atenção aos pensamentos anteriores à "passagem".

    Bem, quanto a mim… tais imagens me chamaram a atenção porque foi semelhante ao sonhar acordado, mas em breves situações e sem lógica alguma. Tô acostumada a ficar interpretando meus sonhos, e assim q me dei conta da loucura dos pensamentos e de que estava entrando de fato no sono estabeleci relações com meus conteúdos do dia.

    Vc me lembrou do texto do entrar consciente no sonho, vou relê-lo!

    Ahh, sim, seus prediletos. Rs. Tava com preguiça de procurar… XD
    Gosto de texto bom!

  13. Anônimo disse:

    Olá Márlon, aqui é Ramon. Atualmente estou lendo "Sonhos Lúcidos" de LaBerge e estou adorando. Mas assim que vi no livro o próprio LaBerge exaltar o livro do marquês de Saint Denys, fiquei fissurado pra ler o livro lendário dele. Vi que o livro é tão difícil de achar que até Sigmund Freud nunca obteve uma cópia completa e ficou só na fissura. Você já leu esse livro? Onde posso encontrar uma cópia dele? rsrsrs

  14. Anônimo disse:

    Valeu Márlon, muito obrigado pelo link.

    É, realmente dá uma curiosidade tremenda. rsrsrs

    Pena, que nenhuma editora se interessou em publicar essa raridade em português. Seria um dos primeiros a comprar esse livro. ;D

    Mas pro nosso consolo, temos a obra prima de LaBerge de graça na internet. Que pra mim é como se fosse a bíblia dos onironautas de plantão. Para noooossa alegriaaaa!. rsrsrs

    Valeu Márlon, obrigado pela dica

    Um ótimo fim de semana.

  15. promo codes disse:

    The pronostic d¨¦pend en grande partie sur ces habitudes, m¨ºme l’ensemble des compteurs s calories from fat ou peut-rrtre un augmenter la probabilit¨¦ qu’une hernie ombilicale s’avrrre rrtre habituellement offert
    promo codes http://ascreklama.ru/user/savingplaza0/

  16. We have A variety of kind of most of these Smart Balance Wheel http://www.fashionhoverboard.com and that i bring in them winter season. I need all of them so much! They are really so gentle in addition to excellent. Make sure you get a fabulous dimensions intended to meet… you wouldn’t want them also giant. They’re additional great when they meet ideal. An excellent opportunity these phones any individual.

  17. gang bang disse:

    Im grateful for the blog article.Really thank you! Keep writing.

  18. Thank you for your article post.Much thanks again. Awesome.

  19. Im thankful for the blog article.Really looking forward to read more. Great.

  20. purificadoras disse:

    Thanks for sharing, this is a fantastic article.Much thanks again. Really Great.

  21. More like, if you don’t WILL SELL other’s audio you’ll be excellent. Significantly, My spouse and i hesitation anyone is gonna sell a new Gaga Matthew’s tune below their unique title.

  22. In Deutschland sind Praktikant_innen rechtlich gesehen, im Gegensatz zu Österreich, keine Arbeitnehmer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *