Para que servem os sonhos?

  Existem algumas teorias e hipóteses bem fundamentadas sobre as funções do estado mental dos sonhos. Afinal, por que sonhamos???
   Sabe-se que na cadeia evolutiva, até os répteis, o estado REM do sono não acontecia. Estado REM(movimento rápido dos olhos) é a fase do sono que concentra os sonhos mais intensos e vívidos.  É normalmente nessa fase que nós podemos ficar conscientes que estamos sonhando e ainda assim não acordar.
Durantes as fases REM que ocorrem de 4 a 6x por noite sonhamos mais intensamente e a ciência ainda desbrava arduamente esse território, procurando entender as causas e objetivos do evento do estado mental dos sonhos.
   Experiências laboratoriais foram capazes de revelar que suas cobaias “ensaiam” certas atividades quando estão sonhando. Ratos por exemplo, ativam a região do hipocampo quando estão sendo desafiados a enfrentar um labirinto e essa mesma região é reativada quando estão na fase REM do sono. Assim, uma idéia é a de simulação e preparação para enfrentar a realidade.
   Outras experiências com voluntários humanos, apontam para que talvez os sonhos funcionem para o desenvolvimento de soluções criativas. São difundidos os exemplos de Kekule com sua descoberta da cadeia de benzeno num incrível sonho. Mendelev extraindo de seu estado mental do sonho, uma estruturação fabulosa quase pronta da tabela periódica… Elias Howe com sua maquina de fiar e os exemplos seguem!…
Mendelev conseguiu extrair de seu sonho uma fabulosa e quase pronta configuração da tabela periódica.
   Numa experiência com os participantes precisando resolver um problema, experimento esse efetuado por Ulrich Wagner, Jan Born e colaboradores da Universidade de Lubeck na Alemanha, foi efetuado uma tarefa psicológica conhecida como “teste de redução numérica”. O objetivo desse tipo de teste é resolver rapidamente uma curta sequencia de números.
   As cobaias humanas foram apresentadas duas vezes à tarefa. Pela noite e pela manhã. 
   Aqueles que se mantiveram despertos durante a noite conseguiram uma pequena melhora na velocidade da tarefa, mas 60% dos voluntários que puderam dormir passaram a resolver o problema em um tempo cinco(5x) menor!
  Conclusões: aqueles que puderam dormir compreenderam a regra subliminar. Ao demonstrar que o sono facilita a melhora na velocidade do problema, os pesquisadores associaram o sono a reestruturação de representações mentais, fundamentais para obtenção de novos resultados, para uma tarefa cognitiva.
    Evidentemente são alguns exemplos de experimentações acerca de algumas das muito prováveis funções dos sonhos. Sidarta Ribeiro e Miguel Nicolelis efetuaram experimentações acerca de um papel do sono REM na função de causa de migração de memórias para fora do hipocampo, fortalecendo a função primordial do sono REM no papel de estocagem e propagação de memórias.
Pintura, Química, Literatura, Música, Invenções… a lista é grande de áreas que se beneficiaram da produção de idéias no estado mental dos sonhos.
     Um trecho fascinante que não posso me furtar de impostar aqui:
” Ora se a função primordial do sono REM é a estocagem e propagação de memórias através da ativação gênica, e se essa ativação ocorre rapidamente após a entrada no sono REM, é fácil compreender que diferenças na quantidade sono REM entre espécies devem ser menos influenciadas por fatores cognitivos que por outros fatores ecológicos e fisiológicos. Por outro lado, considerando que os mamíferos apresentam um padrão de sono bastante distinto das aves, com episódios de sono REM muito mais longos e bem menos numerosos, seria natural supor a existência de alguma outra função do sono REM, evoluída recentemente e relacionada com a duração dessa fase. Quem função seria essa?
   Uma possível resposta talvez esteja na relação do sonho com a criação de novas idéias”
Fonte:
Revista Mente & Cérebro. Dos artigos:
“Propagação, Criação e Simulação de Memórias” de Sidarta Ribeiro e Miguel Nicolelis
“O Fascínio pelos Sonhos” de Moacyr Scliar.

www.vivermentecerebro.com.br

     

Você pode gostar...

23 Resultados

  1. mto bom 😀
    num é que eu tive uma idéia?
    se eu estudar a matéria que eu tenho mais dificuldade antes de ir durmir e depois tomar um banho e deixa pra la é mais provável que, teoricamente, eu acorde com 5x facilidade 😀

    tia desses estavamos discutindo no chat sobre a possibilidade de inserir ou mudar comportamentos, eu acho que isso é suficiente para dizer que sim 😀

  2. hehehehehe eu já fiz a experiência de não dormir e ficar me esborrachando de estudar até a hora da prova.
    .
    Claro que tem que estudar pra valer e não depender mais do sono que dos estudos.
    .
    Foi um madrugadão de estudos com um velho amigo meu, regado a térmicas de café… acho q tinha coca-cola também… fazem o q uns…16 anos isso.
    .
    Nós simplesmente chegamos fracos demais, nossas mentes estavam esgotadas, entupidas de informações, mas sem capacidade de concentração. Foi um desastre!
    .
    Saímos da prova como verdadeiros zumbis. Intoxicados, enjoados… bah! Uma das piores idéias pra se preparar para um prova é fazer isso.
    .
    Há um outro estudo que vou procurar amanhã com tempo. Faz uma relação entre vestibulandos que sonhavam com as provas e seus resultados e os que não sonhavam… é muito interessante!
    .
    Bons estudos e bons sonhos Túlio!

  3. Mari disse:

    Isso aconteceu cmigu! quero dizer, o negoço d sonhar cm a prova! eu sonhei 2 noites ants da prova, eu sonhei q o professor tava corrigindo a prova alguma coisa me disse para prestar atencao nakilo e eu prestei ai, no dia da prova eu tive akela sensaçao d dejavu, e eu sabia a prova qse tda! 😀 hehehe isso foi legal, eu tava mt preucupada cm essa prova e fui mt bem gracas ao sonho! tentei fazer isso outras vzs mais….nnca mais consegui! ;( kk

  4. Que bacana Mari!
    E eu achei aqui o texto sobre uma pesquisa feita com vestibulando e sua relação entre o desempenho no vestiba com os sonhos!
    Uma hora dessas imposto com mais informações 😉
    .
    Resumidamente: o negócio é estudar bem e dormir bem! Se acabar sonhando com as provas… melhor!! 😉

  5. Hum, quem sabe isso acontece comigo. 😛

    *2º sonho lúcido no mês. Nunca cheguei tão longe ^^ Grande WBTB! 😀

  6. conta ae victor 😀
    pq eu tenho a impressão q apenas conto meus relatos aqui? lol

    tive meu 9º SL, nada de especial nele em si, mas sim quando ele ocorreu.
    acordei quando ele acabou e quando olhei no celular ele ocorreu depois do isocrônico lucidspike, sem nenhum método adicional 😀
    pode realmente valer apenas baixa-lo (clicando com o botão direito aki e depois em salvar como)

    bem eu tava na sala do PC e não sei exatamente pq eu fiz o RC do nariz, fui abrir a porta e usei uma faca q estava na escrivaninha haushusdhasudhasud ai abri como sempre direto pra garagem. Tinha 2 gol só q o outro tava atravessando a parede uasdhuashduashdu (BUG kkkkk)ai fui na rua deu vontade de correr sei lá a uns 200km/h ai tentei mas fui na velocidade normal e uma camionete preta linda da Mitsubishi e estacionou lah em casa. o motorista era o meu prof de física, chato. Eu queria roubar o carro pra dar uma volta mas ele barrou, saiu falando bla bla bla (não literalmente) e tirando os filhos dele, ai tentei entra de novo e o chato barro ai eu apelei "eu quero uma arma". ele: o que?eu:"eu quero uma arma". marlon lembra daquele seu relato q vc procurava uma porta mas não tinha nenhuma ai ficou procurando com a mão pra traz, sem ver? então tentei isso mas não deu
    >.<
    ai um avião me chamou a atênção, quando olhei direito pra ele percebi que era tipo desenho, bico grande redondo vermelho e caindo em minha direção. perdi a lucidez, corri, gritei mas ele caiu em cima de mim e acordei 🙁
    mas foi legal 😀

  7. Pois é Victor! Conta aí qdo puder ;P.

    Divertido o teu heim Túlio!~
    E o rodopio do LaBerge tem tentado?
    Dois sonhos lúcidos atrás consegui fazer ele pela primeira vez, bem de acordo com as orientações do LaBerge. E claro, tive um falso despertar conforme ele alerta.
    .
    As portas continuam sendo minha ferramenta favorita tanto pra prolongar quanto pra controlar os sonhos.

  8. estou lendo essa revista mente&cerebro em sua edição especial sobre o mundo onirico. É realmente uma beleza tem várias citações de freud e todo o artigo sobre sonhos lucidos é escrito por LaBerge. Quanto ao sono REM eu ainda não desfrutei de nada não que me lembre, mas uma vez consegui formalizar estratégias de um jogo que eu jogo enquanto estava prestes a dormir no estágio de alucinações hipnagógicas. Consegui enxergar perfeitamente a tela do jogo e todos seus componentes enquanto deliberadamente eu montava as estratégias contra meu sub-consciente HAHA foi bem interessante.

  9. Aliás no primeiro artigo dessa revista sobre o fascinio o autor cita Artemidoro que classificava o estagio das alucinações hipnagógicas como "phantasma" que é considerado o mesmo estágio dos pesadelos como sonhos não-preditivos.

  10. "Tinha 2 gol só q o outro tava atravessando a parede uasdhuashduashdu (BUG kkkkk)"

    BUG! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkKKKKK

    O meu foi bem simples. Eu estava em frente a minha igreja. Estava pronto pra entrar e ops! Não era mais a igreja que eu frequentava. Era uma espécie de casa, daí eu vi alguém da minha família do meu lado(não lembro quem) e aí o meu pensamento foi: "Eu tô morando aqui agora." Esqueci totalmente que antes era uma igreja. Bem, na parede da frente -onde fica a 1ª porta :P- tinha umas caixinhas parecidas com caixinhas que o Correio usava na casa de minha infância. Tinha várias caixas literalmente grudadas na parede, elas estavam a uns 2 metros de mim. De alguma forma consegui alcançar as caixas mais baixas e vi que em cima de cada uma tinha um papel(folha de caderno) dobrado ao meio. Eu peguei alguns e comecei a ler, e era algo relacionado a pesadelos. Pesadelos de uma tal de Sara, sei lá! -Foi isso que apareceu na minha mente quando acordei, mais tarde-. Daí, uma menina de uns 6 anos brotou do nada na frente da casa e aí fiquei com medo de alguma coisa. O que eu acho é que os pesadelos anotados eram pesadelos comigo, e eu ia sofrer tudo o que estava escrito. Corri! Saí da frente da casa e um pouco mais a frente bateu a certeza: Isso é um sonho! Olhei as mãos e elas estavam normais, mas eu tinha certeza que aquilo era um sonho, a tal ponto que nem fiz o RC do nariz, foi só ver uma senhora jogando bola no meio de uns caras que eu tive total certeza. 😛 Quis voar, assim como em todos os sonhos lúcidos, mas tava tendo uma certa dificuldade. Chegava a flutuar mas não levantava vôo. Bem, então vou correr bem rápido, mas aí eu não lembro do resultado. Sei que eu corri e cheguei num lugar que eu não conheço aqui no meu bairro. Claro! ;p Aí eu tentei voar de novo e nada. “Que droga!” Aí lembrei de um sonho teu, Marlon, que tu tinha poderes e tals, então pensei em ter poderes também, e aí imaginei que dos meus pés sairiam um jato de fogo e eu conseguiria voar. Dito e feito! Consegui voar legal. Foi legal ficar desviando das árvores e postes. ^^ Aí eu acordei. Esse foi um pouco mais curto, mas foi legal.

    Esse lance das turbinas nos pés veio de um desenho animado que eu assistia, acho que era o Garoto Bugiganga. “Ele é, o garoto bugiganga!” kkkk
    Um detalhe importante é que no sonho lúcido antes desse, eu tava dando uma de Spider Man escalando a parede da casa da minha tia e aí eu não tava mais conseguindo “grudar”. Eu não tava caindo, só não conseguia subir mais, e aí tocou uma música que eu tenho no PC. Uma música que tocou no Homem aranha 2, e aí eu comecei a cantar a música e escalei normal. Ou seja, toda vez que tivermos dificuldade em alguma coisa é bom tentarmos resolver com super poderes. 😛

    Abraços galera!

  11. Mto boa a revista heim Breno!
    Encontrei ela ano passado, no setor de Psicologia, aqui da biblioteca de Humanas da UFPR.
    Eu já tinha algumas revistas sobre sonhos, mas a hora que bati o olho naquela ali foi paixão a primeira vista. E quando vi que tinha um artigo inteiro sobre "Sonhos Lúcidos" do LaBerge… o_O
    Corri fotocopiar.
    Ela está esgotada na editora(Duetto).
    .
    Minhas peregrinações pelos sebos continuaram até encontrar um exemplar em Jaraguá do Sul.
    O Texto anterior, "para que servem os sonhos" teve como fontes 2 artigos dessa revista que o Breno cita.
    .
    Que sonho heim Victor! Senti-me lisongeado por servir de inspiração/exemplo no uso de super-poderes no teu sonho! heheheh
    .
    Isso me leva a uma outra idéia sobre fazer um texto sobre onironautas se divertindo com super-poderes nos sonhos.
    .
    Mandem-me seus sonhos ou escrevam por aqui que logo logo vou publicar no blog, colocando umas imagens bacanas e pra estimular os demais onironautas!

  12. Talvez eu consiga essa edição da mente&cerebro. 😀

    Márlon, tenho uma sugestão para o blog. Não seria bom que a cada mês você fizesse um tópico/post com um relato?

    Ex:
    Mês de Julho
    dia 5 – Post sobre a Paralisia do Sono

    dia 10- Post sobre um método qualquer

    dia 15- Post sobre um filme

    dia 20- Um relato lúcido. Seja seu ou qualquer outro.

    E aí continua… Entendeu? Um relato a cada mês.
    Mas aí os relatos deviam ser enviados para seu e-mail, se for por comentário perde a graça. 😛

    *Se for apenas um relato por mês todos vão ficar ansiosos para que chegue o próximo mês. Por isso acho que 2 ou 3 relatos não seria legal.

    *²Os relatos teriam que ser bem detalhados para ocupar a mente por alguns bons minutos.

    😀

  13. Victor Mesquita, muito bacana seu sonho, estou lendo a mesma revista que o marlon citou ai no post, não sei se você percebeu mais o seu sonho ficou bem desfragmentado, tipo os cenarios e imagens do contexto mudam rapidamente e logo sem que você perceba você se acostuma com a idéia que isso é natural assim como o fato de sua igreja virar um casa =P to artigo "Sonhos Lucidos" escrito por LaBerge ele cita esse fenomeno e supõe que isso ocorra na vigilia, obiviamente se isso ocorresse enquanto desperto vc iria perceber e iria se perguntar pq tudo mudou derepente e o que aconteceu entende? Entretanto LaBerge classifica isso como uma suposição injustificada pq de certa forma somos muito vuneráveis a "cegueira à mudança" pois algumas pesquisas provam que muitas pessoas não percebem certos elementos de um cenário mudarem mesmo quando despertas. Isso está na pagina 63, caso vc tenha a oportunidade de ler. Sendo isso injustificado ou não, foi uma das ferramentas que utilizei para alcançar um certo grau de lucidez em um sonho que tive. Querendo ou não, muitos p.h.d's da area mais conservadores ainda afirmam que um sonho lucido é sim um paradoxo assim como o próprio LaBerge em sua frase "Com ou sem paradoxo, eu estava sonhando." em "Sonhos Lucidos". Contudo seu sonho foi na verdade um sonho onde se obteve um certo grau de lucidez nada muito esuberante AINDA! assim como um que tive, vou compartilhar com vc's exatamente o que anotei no meu caderno qndo acordei de maneira mais resumida;

  14. – O Sonho começou meio desfragmentado meio sem sentido, sonhava que estava em vários lugares de São Paulo (minha cidade) ao mesmo tempo isso pela madrugada e pela noite inteira. Depois fui para um habibis onde encontrei um monte de gente que eu conheço na vigilia, varias pessoas de varias épocas de minha vida mais só as pessoas que eu num gosto =P (talvez um covil do meu subconsciente) Sentei numa mesa com essas pessoas e a conversa foi ficando chata até que cochilei na mesa mesmo e começei a sonha (outro nivel de sonho). Sonhei que estava num super mercado e fiquei entediado e quis acordar, fiz força com os olhos os fechando bem forte e quando abri estava no banheiro da casa do meu irmão, mas ainda em sonho. Foi exatamente essa mudança radical que me fez assimilar o estado de sono. Foi que pensei comigo ; Estou sonhando, vamos ver o que consigo fazer! Nesse momento é importante citar que eu não sabia assimilar se estava dentro do segundo sonho ou se estava simplesmente sonhando! Isso é importante pois se soubesse diferir poderia ter conseguido uma maior lucidez ja que nesse momento eu não me lembrava de como fui parar na cama! Bem passei pela cozinha fui para o corredor da lado de fora (vi tudo muito nitidamente; as casas vizinhas o céu meio nublado e etc.) tomei impulso e sai correndo pelo corredor e sai voando como se fosse um pulo bem alto. Pousei em um telhado e assim fui pulando de telhado em telhado como se voasse mesmo. Na ponta de um telhado mais alto vi varios fios de eletrecidade desincapados, pensei; "vou tomar cuidado" mais logo lembrei que estava sonhando e peguei um deles na mão e até brinquei comigo mesmo que estava sendo eletrecutado xD Subtamente começou a bater um vendo bem suave, começei a flutuar no vento e deixei ele me levar, o sonho escureceu mais logo girei em torno do meu próprio eixo e ele voltou ao normal, fiquei flutuando com o vento contemplando a paisagem que era uma cidade muito cinza meio futuristica tbm com algumas montanhas ao fundo. decidi fazer mais alguns testes, cerrei o punho direito e fiz força para causar tremores na terra (esse poder foi bem legal xD) sai voando e pensei em conversar com meu subconsciente, e pra isso teria que encontrar alguem. pousei numa rua e encontrei uma porta. Quando abri vi um quarto bem aconchegante e comum , com uma cama de casal um armario embutido e uma janela de aluminio fechada, e uma estante na frente com algumas coisas. (NA A VER COM MEU QUARTO OU QUALQUER QUARTO QUE EU CONHEÇA AUSHAHS) enfim , vi na cama um manequim daqueles que tem cabelo e até palpebras! ele estava com olhos fechados e meio coberto deitado e dormindo. Sentei na beira da cama e cutuquei ele duas vezes; – "Ei amigo!" ele mecheu os olhos e quando estava despertando eu acordei!

  15. Vale lembrar duas coisas;

    – esse sonho teve uma lucidez parcial pois minha mente não parecia assimilar os meus atos, não pelo que me lembre, não sei se enquanto sonhava estava fazendo tudo deliberadamente, é uma hipótese!

    – segundo que eu ja havia lembrado e feito o metodo do giro de LaBerge uma outra vez quando tive um sonho bem semelhante e bem mais curto mais de maneira meio deliberada eu tbm voava e tudo mais, mas qndo o sonho escureceu e girei eu tive um falso despertar, ou seja, acordei dentro do primeiro nivel do sonho!

  16. Vitor esse lançe dos super poderes pelo menos estou conseguindo executar normalmente sem muita dificuldade, mas é legal tentarmos coisas novas! eu tentei esse do terremoto pois antes de domir eu planejo varias coisas que quero fazer no sonho provavelmente pensei nisso mais não me lembro agora. Outra coisa que sempre quis fazer foi criar prédios tipo arranha-céus!

  17. Túlio rachei com o lançe do bug AHAHAH só quem é viciado em pc ou video game vai entender essaa xD

  18. Vou bolar alguma coisa no sentido de colocar uns relatos sim Vitor. Só não pretendo ficar preso num modelo ou programa fixo ou cronograma… tenho uma aversão a rotinas! rsrsrsrs e a gente já fica bem escravo delas no dia-a-dia não acha?!
    .
    Anos atrás eu colocava os meus sonhos, aliás, foi assim que começou. Vou amadurecer essa idéia, pensando na melhor maneira de fazer ;P
    .
    Sonho fantástico heim! Parabéns!
    Eu tô faz uns 10 dias sem ficar consciente nos sonhos… mas sei que logo logo vem bem forte heheheh

  19. mto o legal o relato de vocês 😀
    achei mto legal.
    hj eu tive um sl,o 10º, bem curtinho, provavelmente durante o non-REM pq estava tudo anoite e foi menos de 1 hora depois q cai no sono (isso as 4h da manha), eu nem fiz RC, eu brigava com minha mae, deitado na cama e quando pensei na possibilidade de ser um sonho comecei a flutuar com o corpo todo formigando intensamente e pensei em atravesar o teto mas ele me barro, eu abri a janela e atravessei a grande (curioso que nem pensei em atravessar a grade, parece que para as coisas acontecer é não forçar e simplesmente deixar acontecer, isso é difícil para mim), eu estava triste, tentava me mecher (ainda paralisado) mas eu não realmente queria faze-lo e surgiu um pensamento "eu quero apenas um berço de ouro para descaçar um pouco". Fadeout, acordei. Eu sei que você não são espíritas mas hoje foi minha 3º consulta no psicólogo nem fizemos hipnose de tanta conversar, conversei muito para deixar bem claro o PORQUE eu estou ali, ele estava tratando das coisas de uma forma muito abristata, acho que ele não sabia exatamente o que eu queria (a parte biológica, o sonho em si, a atividade cerebral, o REM, lembrar do que acontece lá) ou qual o problema mas ele me deu uma dica de auto-hipnose para tentar descobrir pq durante anoite eu acordei com o coração acelerado e respiração ofegante.
    fiz a sessão seguindo as dicas, foi muito bom, transe profundo e de repente uma durante essa sessão (eu pedi no começo da sessão a resposta pq eu acordei daquele jeito) du nada, inconcientemente e bem direto (como eu havia pedido a mim mesmo) a frase bem curta e rápida: "parceiros morreram"
    como percebem já estou falando de religião, da minha. Então quando você encarna (vem pra cá, no caso Terra) lá é como uma morte, exatamente como você perdesse um ente querido agora, não há consciência, lucidez, que segure emoção desse tipo, isso inclusive justifica por que no sonho lúcido seguinte eu esta tão triste.
    bem mas saindo da religião percebi avanços comigo, nessa sessão de auto-hipnose percebi que a minha imaginação e capacidade de visualizar e lembrar está melhorando consideravelmente. antes eu só pensava e nada via, hoje consegui partir uma laranja em quatro e vi cada detalhe e inclusive degustar um pedaçinho. 😀

  20. Túlio muito bacana mesmo a maneira como ve as coisas! Sou Cristão Sincretista ou seja adoto vários ritos e crenças de outras religiões. Cristão eu sou a muito tempo, mas antes era meramente evangelico auhahu depois que adotei o sincrestismo. Em certas partes fico impressionado como Espiritas e alguns grupos estéricos vêem o mundo e o entendem, é realmente algo muito profundo. Querendo ou não estou tendo um contato divino ao semear os sonhos, pois como freud dizia ; "Os sonhos são uma ponte para se conheçer a própria alma." Queria muito fazer psicanalise assim na linha freudiana. Busque sempre um desenvolvimento espiritual enquanto semear seus sonhos pois ao explicar sua alma atraves dos sonhos provavelmente tbm é possivel explicar para si mesmo o que é a crença em si o que para todos é um mistério!

  21. errata : Grupos *esotéricos!

    Alías essas respostas imediatas do subconsciente eu ja tive muitas vezes enquanto estava em meditação e me perguntava algumas coisas sobre a vida, mas por hora não vem ao caso por ser algo realmente espiritual xD

  22. ow esqueci:
    qual a edição dessa revista mente e cerebro ai?
    tem link?
    vlw 😀

  23. E aí meus companheiros onironautas! Desculpem a ausência, mas tá pegando fogo a coisa lá na facul.
    .
    A super-revista, talvez a melhor que li até agora sobre sonhos que estamos comentando é essa:
    Revisa Especial n.4 Mente e Cérebro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *