Tag

Memória

Browsing

   Conforme eu vinha relatando aqui no blog(e divulgado na revista Info desse mês- janeiro/2012), uma das minhas principais experiências com o estado mental dos sonhos lúcidos é tentar explorar como são nossas memórias. Será possível acessar memórias durante os sonhos lúcidos que não conseguimos nos estado desperto?

Daniel Tammet é uma das mentes mais fascinantes do planeta. Possui naturalmente habilidades extremas com a memória, matemática e linguagem. Poderia o estado mental dos sonhos lúcidos trazer algo de fantástico no acionamento de memórias?!

    Essas experimentações com a memória ganharam mais um passo. Durante o estado desperto, fiz um levantamento de quais são as primeiras lembranças que me vem à mente. Tratam-se das minhas memórias mais antigas. O resultado foram 9 flashbacks exatamente dos meus 3 anos de idade.
    Curiosamente eu não lembro da imagem da casa em que morávamos. A recordação mais próxima é de um flashback do meu pai, empurrando-me numa bicicletinha e eu pedalando portão afora em direção a casa do meu amiguinho(Vanderson – um alemãozinho de sardas) para mostrar um presentaço dos meus pais.
    Considerando que um dos temas ou cenários mais recorrentes dos meus sonhos são as casas, resolvi fazer investidas nos meus sonhos lúcidos, para tentar acessar meu banco de memória do subconsciente e descobrir como era essa casa.

O estado mental dos sonhos lúcidos poderá trazer algo de novo sobre o uso da nossa memória? Poderemos acessar memórias que ficaram perdidas no estado desperto, mas guardadas e acessíveis nesse estado mental?!

     No momento que eu conseguir visitar essa casa no sonho, vou buscar confirmar com meus pais se as informações fecham. Eles lembram bem daquela casa em Braço do Norte(SC), portanto será fácil conferir.

Aproveitando a frequencia extraordinária de acessos conscientes nos sonhos, resolvi investigar essa memória. Segue o relato:
    “(…)Eu vinha de um falso despertar. Tive um sonho lúcido curto anteriormente. Achava que tinha acordado e minha mãe tirava satisfação comigo. Era sobre um crime e ela questionou se eu estava tomando algum medicamento. Um tal de “flangex”. 

     Achei tudo aquilo um absurdo e acionei um interruptor: um clique, dois cliques, três cliques e a luz não correspondia!… Exultei por ter flagrado o falso despertar. Levantei vôo e tentava lembrar o que eu queria fazer de experiência no sonho… sim! Queria assistir uma aula da minha facul de filosofia! Atravessei algumas portas e escadas e cheguei lá.

Mais uma vez a minha infalível Técnica das Portas foi 100% eficiente.

     Um professor fazia sua exposição numa aula com poucos alunos. Não era sobre minha aula e pude escutar bem: “O tempo é sentido”.Foi o que consegui guardar e como a aula tinha acabado, resolvi experimentar uma das minhas frutas prediletas: melancia! Pude me chafurdar de maneira gulosa com um prato que estava ali na minha mesinha. Estava suculenta, deliciosa e saborosa!

     Tive uma sucessão de falsos despertar.
     Por fim, percebendo que estava sonhando, levantei vôo e parti para encontrar a casa dos meus 3 anos de idade. 

     Voei seguindo uma rua, com muitas árvores grandes pelas calçadas, percorri um bom caminho e de repente duas crianças cruzaram a estrada. Uma com o cabelo bem loiro. Interrompi meu vôo e aterrisei ali mesmo. Fui na direção de onde as crianças haviam saído. Fui inundado pela sensação que ali poderia estar a casa que eu procurava… uma lembrança totamente perdida no estado desperto! Observei uma casa com o telhado em “V”, invertido, bem alta e antiga. Tinha janelas grandes e escuras. As paredes eram de um bege claro. Infelizmente apenas a vi de soslaio. Fui olhar para as outras casas ali em volta mas acordei. o_O”

 Esse mês a revista Info, da editora Abril traz uma reportagem ótima sobre sonhos lúcidos. Vale a pena conferir:

“Enquanto Você Dorme” é o título da reportagem de Renata Leal, tratando sobre os sonhos lúcidos, o que são, pesquisas atuais e futuras. É o nosso tema tratado de maneira bem profissional e interessante. Imperdível!