Tag

sonhos

Browsing

      É possível baixar um livro disponível na internet, sem custo algum, de um valor inestimável para todo interessado pelo tema dos sonhos. Trata-se de uma obra escrita em 1867, pelo Marques de Saint Denys, considerada rara por Freud e que não época não teve êxito em conseguir uma versão: “Dreams and the ways to direct them: pratical observations.” A importância para o tema dos sonhos, sonhos lúcidos e áreas relacionadas, como a psicologia, psicanálise, filosofia, neurociência é poderosa. Na psicologia e na psicanálise, os sonhos ganham especial importância, sendo utilizados como objeto de interpretação para se ter acesso a conteúdo da mente humana, podendo auxiliar no andar da terapia.

 

Saint Denys

 

         Trata-se de uma investigação, iniciada aos 13 anos de idade pelo autor, sobre o tema dos sonhos. Nessa idade começaram suas primeiras anotações e a percepção da capacidade de poder ficar consciente durante o sonho está explícita na obra, assim como os experimentos que consegue realizar.

      Está presente uma pesquisa histórica sobre os sonhos que é um tesouro para qualquer pesquisador ou interessado. Certamente meu livro ganhará um reforço considerável com algumas citações do nobre e estudioso francês. O livro do Marques de Saint Denys pode ser encontrado no domínio público em inglês ou francês. Segue link abaixo nas referências para quem quiser baixar.

 

Frase célebre do neurocientista Alan Hobson sobre o Marques Saint Denys:

O maior dos auto-experimentadores da história da pesquisa sobre o sono e os sonhos”.

 

Referências Bibliográficas:

LABERGE, Stephen. Sonhos Lúcidos. 1985
Ed. Siciliano Livros, Jornais e Revistas Ltda. 1990(esgotada)

Livro de Saint Denys: Sonhos e como guiá-los

http://www.espacopersonne.com.br/artigo-sonhos-psicanalise

 

Para quem ainda não leu o post anterior, recomenda-se a leitura antes de prosseguir com as sugestões de uso da Calea Zacatechichi, a “Erva dos Sonhos”. Clique AQUI para ler o texto anterior sobre a erva.

Calea_ternifolia

De acordo com algumas sugestões de uso que encontrei ¹, pesquisando em alguns sites estrangeiros sobre sonhos lúcidos, recomenda-se tomar o chá (ou a forma que preferir ingerir/fumar), após três ou quatro horas de sono. E voltar a dormir em seguida.

Resumindo:

Passo 1: dormir, como se costuma fazer normalmente, deixando programado o despertador para tocar entre a terceira (3ª) ou quarta (4ª) hora de sono.

Passo 2: ao despertar pela 3a ou 4a hora de sono, deve-se tomar o chá (ou a forma que preferir ingerir/fumar).

Passo 3: volte a dormir, apenas desejando ter um sonho lúcido.

A Calea Zacatechichi tem sido bastante apreciada por aqueles que desejam experimentar sonhos lúcidos. Ela apresenta menos chance de oferecer algum efeito colateral que a Galantamina por exemplo. Apesar de não ser tão poderosa como a galantamina, é mais fácil de ser encontrada na America do Sul.

Finalmente, é importante lembrar que a erva dos sonhos não induz sonhos lúcidos por si só. Ela irá apenas intensificar as experiências com o sonho, tornando-o mais vívido e fácil de se recordar. Por isso, caso o plano seja ter um sonho lúcido, realize pelo menos uma técnica de indução junto como a MILD  ou  WBTB.

Referências:

1 – http://dreamstudies.org/2011/09/27/getting-to-know-calea-zacatechichi-aka-the-dream-herb/

2 – https://sonhoslucidos.com/sonhoslucidos/como-ter-sonhos-lucidos-ervas-suplementos-afins-e-a-calea-zacatechichi/

 

Existem diversos caminhos para adentrar em um sonho lúcido. A maioria demanda alguma atenção especial para técnicas de indução, disciplina com boa qualidade do sono e anotações em um Diário de Sonhos. Há alguns caminhos alternativos como o uso de novas tecnologias, máscaras, bandanas, isocronicos e sons binaturais, apps, suplementos e afins.

lucid1-600x325

Conforme informado no texto anterior – Máscaras para indução de Sonhos Lúcidos – o tema agora tratado será sobre ervas, suplementos e demais substâncias para indução de sonhos lúcidos. Entre as substâncias já tratadas por aqui, destaca-se a eficiência da Galantamina, a qual infelizmente não é vendida no Brasil, exceto com receita médica.

Dentre outras ervas, com potencial para indução de sonhos lúcidos, vale ressaltar a Calea Zacatechichi ou a Erva dos Sonhos e como o próprio nome sugere, é capaz de intensificar as experiências oníricas. Esta erva é vendida na forma de folhas, sementes, concentrado na forma de tintura, entre outros. Por se tratar de uma erva vendida facilmente por sites de compra (inclusive amazom.com), os pesquisadores se debruçaram sobre o tema.

A Calea Zacatechichi ficou conhecida pelo uso dos índios da região do México e América Central, como meio para obter consultas no mundo onírico e como substancia de cura: asma e distúrbios gastrointestinais. Além disso pesquisas indicam efeitos anti-inflamatórios, antibióticos e anticonvulsivos ¹ ².

descarga
Região onde era encontrada a Calea Zacatechichi e os Chontal Maya que também a utilizavam.

De acordo com uma recente pesquisa conduzida por Mossoba³ é possível encontrar diversos efeitos dessa substância e há alguma literatura de pesquisas realizadas em função dessa erva. Mas não apenas benefícios. De acordo com esse estudo, existem riscos com relação a toxidade gerada sobre as células renais.

Entre os efeitos positivos e negativos, destacam-se os resultados positivos em recente pesquisa de 2016 ², na qual se utilizou de uma solução de extrato aquoso da planta. Para o caso de alguém, algum dia for experimentar a Calea Zacatechichi, de acordo com as pesquisas elencadas nesse texto, sugere-se que optem pela solução de extrato aquoso.

Existem algumas combinações/formas do uso da Calea Zacatechichi que estão sendo sugeridas por sonhadores lúcidos e irei detalhar algumas dessas técnicas no próximo texto.

Referências Bibliográficas

1 – Wu H, Fronczek FR, Burandt CL Jr, Zjawiony JK. Antileishmanial Germacranolides from Calea zacatechichi. Planta Med. 2011 May; 77(7):749-53.

2 – Maciej Sałaga, Jakub Fichna, Katarzyna Socała, Dorota Nieoczym, Mateusz Pieróg, Marta Zielińska, Anna Kowalczuk, and Piotr Wlaź Neuropharmacological characterization of the oneirogenic Mexican plant Calea zacatechichi aqueous extract in mice Metab Brain Dis. 2016; 31: 631–641.Published online 2016 Jan 28. doi: 10.1007/s11011-016-9794-1

3 – Evaluation of (Dream Herb,) Calea zacatechichi, for
Nephrotoxicity Using Human Kidney Proximal Tubule Cells (2016) https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5040790/

4 – Lenardo M. J., Baltimore D. NF-κB: a pleiotropic mediator of inducible and tissue-specific gene control. Cell. 1989;58(2):227–229. doi: 10.1016/0092-8674(89)90833-7 [PubMed] [CrossRef] []
5 – Sun Z., Andersson R. NF-κB activation and inhibition: a review. Shock. 2002;18(2):99–106. doi: 10.1097/00024382-200208000-00001. [PubMed] [CrossRef] []

    Um novo estudo (2017), conduzido por Denholm J. Aspy¹, pela Universidade de Adelaide, procurou realizar um comparativo, em termos de eficiência, envolvendo três métodos de indução de sonhos lúcidos bem conhecidos:  reality checks (testes de realidade), MILD e WBTB.

Photo by Magda Ehlers from Pexels

      Existem algumas considerações sobre o estudo que merecem atenção. Apesar  de não ter sido o foco da pesquisa, a técnica WILD foi considerada mais complexa, exigindo maior experiência para indução do sonho lúcido e também levando em conta possíveis efeitos adicionais/colaterais como a paralisia do sono. Particularmente eu apontaria ainda nesse possível “combo”, a possibilidade de alucinações hipnagógicas/ hipnopômpicas. Ressaltando que é curioso notar que para boa parte das pessoas interessadas em sonhos lúcidos – e aqui estou me referindo a uma parte dos frequentadores do Site/ Fórum/ Grupo do FaceBook –  essas experiências parecem não causar qualquer apreensão, ao invés disso, parecem até desejarem que aconteçam.

    A pesquisa dividiu e fez um comparativo entre as seguintes técnicas de indução: Reality Checks, MILD e WBTB, separando-as em 3 grupos da seguinte maneira:

  • Grupo 1 praticando Reality Checks isoladamente;
  • Grupo 2 aplicando Reality Checks com a Técnica WBTB; e
  • Grupo 3 utilizando Reality Checks com WBTB e MILD.

   Os resultados indicaram maior eficiência para o Grupo 3 que praticou Reality Checks, conjugado com as técnicas de indução WBTB e MILD. Vale ressaltar que mais de 60% dos voluntários dessa pesquisa, declararam-se não praticantes de qualquer técnica de indução de sonhos lúcidos até o início dos experimentos. Verificou-se uma intensificação na capacidade de recordação dos sonhos, para os praticantes da técnica MILD. A técnica MILD, de acordo com as conclusões do estudo, mostrou-se bastante apropriada para aqueles sem experiência prévia com técnicas de indução.

     Uma descoberta em especial referente a técnica MILD chama atenção: os voluntários, quando decidiram voltar a dormir e levaram menos de 05 minutos para cair no sono, foram aqueles com maior índice de ocorrência de sonhos lúcidos. A pesquisa aponta essa descoberta como o maior fator indicativo de incidência de sonhos lúcidos. Resumindo: no momento que o voluntário/sonhador, o qual estava aplicando a técnica MILD, resolvesse deitar para dormir, caso levasse menos de cinco minutos para entrar no sono, as chances de ter um sonho lúcido aumentavam consideravelmente.

Referências Bibliográficas:

1 – Reality Testing and the Mnemonic Induction of Lucid Dreams: Findings From the National Australian Lucid Dream Induction Study (2017) American Psychological Association 2017, Vol. 27, No. 3, 206–231 1053-0797/17/$12.00 http://dx.doi.org/10.1037/drm0000059.