Um experimento interessante é praticado com certa frequência no Fórum e no Grupo do Facebook de sonhadores lúcidos. Trata-se dos “Desafios Lúcidos”, oportunidade na qual alguém propõe um experimento/desafio e os todos interessados podem participar. Recentemente foi proposto o Desafio das Sombras.

1mQUSp

O experimento:
Encontrar sua “Sombra”.

Para Carl Jung “a sombra é via de regra vivida em sonhos como uma figura escura, primitiva, hostil ou repelente, porque seus conteúdos foram violentamente retirados da consciência e aparecem como antagônicos à perspectiva consciente.”

O Sonho:

Caminhando pela rua, lembrei de fazer o Desafio da Sombra. Observei o chão e vi minha sombra… e logo continuei caminhando não aceitando, afinal gostaria de conhecer minha sombra de arquétipo. Aquela, tal qual conceituada por Carl Jung. Encontrei um portão e o abri. Apareceu um cachorro preto que lembrava muito nossa cachorrinha Amy.

Amylu
Te peguei!

Fiz uma corrida pela rua, pensando na melhora da minha performance no estado desperto. Corri numa descida, dei a volta numa quadra e o sonho começou a se desintegrar.

Segui caminhando, enquanto o ambiente se apagava. Virei-me desejando encontrar uma porta, esticando meu braço e pensando na porta que viria. Senti a maçaneta e abri a porta. Entrei num ambiente que era um bar. Escutei uma linda música de orquestra ao fundo. Ergui meus braços e ouvi que a música respondia aos meus movimentos. Era uma música linda, ao estilo trilha sonora de Duna. Caminhei pelo bar, fui ao fundo dele, encontrei um banheiro… saí dele e vi dois pequenos andares dentro do bar.

Saltei desejando encontrar minha sombra lá em cima. Encontrei no último, era uma verdadeira sombra, sólida, de formato humano, com olhos grandes, arisca e parecia querer morder seu próprio dedo… seria ansiedade, medo… tinha uma aparência frágil, bastante jovem, cabelo liso e um pouco comprido.

shadow-535_960_720

Sobre as Técnicas aplicadas:

– Anotação dos Sonhos no Diário de Sonhos.

– Aplicação da Técnica MILD.

– Reality Check das mãos(pelo menos 5x ao dia). Uso o relógio de pulso virado ao contrário para disfarçar que estou fazendo um reality check.

– Ao olhar para as mãos, também questiono “Estou sonhando ou não?”

Para o próximo post teremos uma entrevista com Zé Felipe de Sá, sobre sonhos lúcidos e seu recente artigo publicado sobre o tema. Grande abraço e bons sonhos para todos nós!

Author

10 comentários

  1. Oi Marlon tudo bem? Eu gostaria de enviar uma mensagem privada pra você relacionada com o tema Sonhos Lúcidos. É muito importante. Não se trata de dúvidas.
    Eu cliquei em contato mas não aparece nada. Se puder mandar um email para mim ou passar ou seu email ficarei agradecido. Grato!!

  2. Eu estou em duvida se é um sonho lucido ou não,eu tenho sonhos eu consigo interagir com ele eu sei que estou sonhando,porem eu não consigo criar coisas não consigo mudar esse sonho,é como se fosse um filme e eu só estivesse seguindo o roteiro…

  3. I wasn’t interested in what I ate until I was diagnosed with MS at the age of 26. Now I actually care about what goes into my body and I’ve been taking care of myself for quite a while. One of my early revelations was that I was addicted to sugar. I realized I had to fix it!

Deixe seu comentário