Controle de sonhos, lucidez e incubação.
Vamos começar visando esclarecer as diferenças entre incubação de sonhos, controle de sonhos e sonhos lúcidos.
Incubação de sonhos:
Trata-se de uma interferência direta no tema ou tipo de sonho que se quer ter. Normalmente quando há uma situação-problema de difícil solução é uma ótima ferramenta pra se recorrer. Especialmente quando a técnica está bem desenvolvida. É possível sonhar com a solução ou algo muito próximo que leve a refletir sobre a solução ao acordar.
Controle de sonhos x Sonhos lúcidos:
Segue uma idéia de diferenciação simples entre sonhos lúcidos e controle dos sonhos:
É perfeitamente possível estar lúcido num sonho, mas não possuir controle sobre ele.
É perfeitamente possível controlar coisas num sonho, mas não estar lúcido nele.
Controle dos sonhos:
– Há o poder do sonhador em manipular, interferir, controlar o que acontece. Pode moldar o sonho de acordo com sua preferência.
-Pode-se vencer pesadelos. Se utilizar de capacidades como a de voar, atravessar paredes, disparar raios etc..Pode-se fazer tudo isso mesmo não estando consciente de que tudo é um sonho.
Sonho Lúcido:
– Com o sonho lúcido ou consciente se atinge a consciência de que tudo o que está acontecendo não passa de criação mental do próprio sonhador. Vive-se o sonho com a lucidez sobre isso.
– O sonho lúcido não implica necessariamente no domínio sobre o que acontece. Pode não existir controle algum e o sonhador apenas curtir a intensa consciencia de que tudo é um sonho.
Incubação de sonho:
– Trata-se do tipo de sonho que é induzido pelo sonhador.
– Há vontade do sonhador de sonhar com algum tema, personagem, problema etc.. e isso é concretizado através de indução.
Versão resumida de como incubar um sonho:
1. Anote sua pergunta ou tema que deseja, antes de ir dormir.
2. Repita-a para si mesmo até cair no sono.
Obs: lembre-se que é crucial não estar cansado demais, manter um diário para anotação e acordar no horário mais adequado em que vc se lembre dos seus sonhos.
Author

2 comentários

Deixe seu comentário