Tag

Técnicas para ter sonhos lúcidos

Browsing

Um recurso farto e de acesso fácil é o uso da intenção para ter sonhos lúcidos. Além disso é comprovado por pesquisas ser um dos principais fatores de indução dos sonhos lúcidos. Antecipadamente, posso adiantar que está presente em algumas das principais técnicas de indução, mas é importante explorar ao máximo esse fator.

O uso da Intenção

Vamos entender o que é a intenção que se quer tratar por aqui. Conforme São Tomáz de Aquino¹, a intenção deve ser entendida aqui como um ato da vontade, originado da razão e que se destina a um fim. Do mesmo modo que um desejo munido de mobilização mental em busca desse objetivo: ter um sonho lúcido. Assim, estamos tratando aqui de uma espécie de entrega a uma aspiração e para isso o mais importante será exatamente saber sentir esse desejo e o quão determinante ele deve ser. Nesse sentido o uso da intenção para ter sonhos lúcidos ganhará mais força.

O Papel da Imersão para Turbinar sua Intenção

Como a intenção requer esse combustível de energia, para desejar com intensidade ter sonhos lúcidos, uma sugestão: mergulhe em atividades que envolvam sonhos lúcidos. Então, especialmente aquelas relacionadas ao desenvolvimento da habilidade de ter sonhos lúcidos. Sendo assim, um sugestão interessante é participar de debates com outros sonhadores lúcidos, seja através de fóruns, grupos e comunidades e com uma boa frequência.
Uma boa tática para ajudar a fortalecer a intenção é ler ou estudar sobre sonhos lúcidos. Nesse caso, aqui mesmo no site há uma vasta quantidade de conhecimento sobre o tema.

Saber usar a intenção pode ser uma chave poderosa para ter sonhos lúcidos.

O que há por trás do valor da intenção

Observando uma das principais pesquisas sobre a avaliação de técnicas para indução de sonhos lúcidos, verifiquei que a intenção é um dos fatores mais frequentes. De fato, quando analisamos técnicas como MILD, Incubação, Tholey, Autossugestão, WILD, WBTB, entre outras, a intenção sempre é um elemento delas. Não apenas isso, pois a intenção por si só, também é verificada nessa pesquisa, como um fator considerável para ter sonhos lúcidos.

Referências Bibliográficas

Abagnano, N. Dicionário de Filosofia. tradução por Alfredo Bosi. 4 ed. – São Paulo: Martins Fontes, 2000
STUMBRYS, Tadas e outros. Induction of lucid dreams: A systematic review of evidence. 2012. Conciouness and Cognition 21.

      Esse método foi desenvolvido por Daniel Love, um sonhador lúcido britânico conhecido da área, autor de livro sobre o tema.
      O CAT é um método fácil para aprender a ter sonho lúcido. Funciona com base no ajuste dos ciclos de sono e melhora da consciência nas manhãs, quando os períodos de fase REM são maiores. Realizado adequadamente, verificou-se ser possível até 4 sonhos lúcidos por semana.
O Método Cat implica na exploração direta dos ciclos de sono, melhorando a percepção nas fases mais longas do REM.
      Em um experimento conduzido por 10 estudantes, o método CAT obteve sucesso com 8 deles, em apenas 2 semanas, com uma média de 2 sonhos lúcidos por estudante. Com persistência esse método pode chegar a 4 sonhos lúcidos por semana.
Dois passos simples:
Passo 1: Programe o alarme para despertar 90 minutos antes do horário normal de acordar. Levante-se durante uma semana inteira, nesse novo horário. Isso irá restruturar seu relógio interno. Como resultado disso, você não experimentará sonho lúcido algum, durante essa primeira semana.
Passo 2: Começando no 8º dia, alterne sua hora de acordar com o seu dia normal. Acorde no horário normal num dia, acorde naquele horário mais cedo no dia seguinte. Siga alternando: dia com o horário normal para despertar, no outro mais cedo.
O condicionamento ao novo horário de sono, possibilita ao sonhador chegar consciente no sonho com mais facilidade.
        Durante os dias de horário de acordar normais, seu corpo antecipará um despertar mais cedo. Seu cérebro já estará estimulado, permitindo facilitar a lucidez. Isso vai melhorar as chances de ter sonhos lúcidos por semana.
       O método não requer visualizações, uso de memória ou qualquer outro truque mental. A parte mais difícil é acordar mais cedo e se disciplinar com a nova rotina.