Tag

Diário de Sonhos

Browsing

  Atenção onironautas! Está criado o Fórum de Sonhos Lúcidos. Agora os relatos, experimentos, idéias e troca de figurinhas poderão acontecer de maneira organizada.

  Sou um frequentador assíduo de longa data, de diversas mídias relacionadas, aqui no Brasil com o blog, no Grupo do Facebook, Twitter, pela antiga comunidade do Orkut… porém, estava faltando um Fórum onde a contribuição de cada onironauta, não ficasse abandonada em algum canto.

 Verifiquei a existência de diversos fóruns em outros países já faz um bom tempo e penso que já demoramos demais para ter um Fórum bem organizado. Talvez um dos motivos tenha sido a longevidade que a Comunidade do Orkut teve, porém com as limitações típicas daquela mídia e agora com a migração dos usuários, a dispersão é inevitável. A instituição de um Fórum oficial, exclusivo sobre o tema, deve suprir isso e deixar ainda mais eficiente, a troca de experiências entre os sonhadores lúcidos.

Com a instituição de um fórum de Sonhos Lúcidos brasileiro, os onironautas poderão aproximar ainda mais a troca de experiências, seja com relatos, técnicas, rotinas e afins.

  Com o Fórum de Sonhos Lúcidos, poderemos aproximar essa troca de experiências, aprimorar nossas habilidades e contribuir no desenvolvimento dessa fascinante área que é o estado mental da consciência nos sonhos.

  O cadastramento é simples: após clicar aqui. Clique em “Entrar” e depois em “Registrar-se”, logo abaixo.

  Já estão disponíveis tópicos especiais para debater sobre os principais métodos de indução(MILD, Tholey, WILD, WBTB…), tirar dúvidas em geral, apresentar-se, fazer relatos de sonhos lúcidos, sonhos intensos e não lúcidos, etc..

Assim como o destemido Pegasus(do Fúria de Titãs 2 – nos cinemas), seja bem-vindo para mergulhar fundo nas experiências mentais dos sonhos lúcidos.

 Sejam todos bem-vindos!

    Relendo meu texto anterior sobre Reality Checks ou Testes de Realidade é que fui perceber que não expliquei como realmente fazer a coisa bem feita(como diria o sábio Chaves: “Ai que burro! Dá zero pra ele!”). Limitei-me a comentar sobre alguns dos mais conhecidos: interruptores, olhar para as mãos, espelhos e relógios.

Pessoalmente sou adepto de olhar para as mãos. É o mais discreto para se fazer durante  o dia e  100% de eficiência para mim.

 

         Vale ressaltar como funcionam e qual a melhor maneira de colocá-los em prática. Conforme já havia comentado, no estado mental dos sonhos é flagrante e evidente para qualquer onironauta, como a lógica cede espaço para a imaginação. O interruptor não vai funcionar de modo instantâneo, com um simples “click”, os dedos das mãos provavelmente não estarão bonitinhos em número de dez, cada um com sua forma… 

         Para conseguir desenvolver esse reflexo ou hábito nos sonhos, é preciso executar esses atos algumas vezes durante o dia. Nada exagerado(para não parecer louco e te internarem), talvez umas 5 até 10x no máximo. Não há padrão, apenas bom senso(tudo que é demais a gente sabe que não acaba bem).

“Chavinho” num dos seus melhores sonhos!

         Quando executamos essas simples ações, digamos, olhar para as mãos(durante a vigília – acordado) é fundamental que isso seja feito se questionando:estou sonhando ou não?”, junto de “há algo incomum?” e ainda “como cheguei aqui?“.

         Programando a mente para repetir esses testes de realidade, pode-se conseguir resultados fantásticos. Mas é claro que o ideal é já estar aplicando um Método para indução, como o MILD, Tholey, WBTB, etc..

         Outros testes de realidade ou reality checks:

         – prender a respiração(tampe o nariz e feche a boca)

         – enfiar o dedo… na palma da mão(ufa!)

         – puxar o dedo da mão

         – somar 4+4 (by Túlio Athélio)

         – dê um soco na cara do seu che(ah! deixa pra lá! kkkkk)

Fontes:

A Fonte da Juventude

Times New Roman

Arial

Chafariz

http://pt.wikipedia.org/wiki/Fonte

      Durante minha adolescência nerdística um dos meus passatempos prediletos(além de quadrinhos, jogar war na madrugada…) era descobrir em quais horários do meu sono eu poderia acordar e flagrar meus períodos REM do sono. Meus amigos da pensão(e da Escola Técnica Tupy de Joinville) perguntavam no dia seguinte se alguém havia ouvido um despertador tocar na madrugada… bom… incomodei um pouquinho até que me descobrissem, mas nesse ponto eu já tinha descoberto uma hora chave para acordar e anotar meus sonhos.
…tic-tac-tic-tac-tic-tac… descobrir o timing para despetar no momento de um sonho não é algo difícil.
     Acabei encontrando para mim, o horário ideal de calcular 5 horas e 18 minutos de sono… considerando, dependendo do dia( 10 min, 15min..  o tempo que iria levar para me desligar e dormir).
      Acionava meu radio-relógio para despertar após 5:18h de sono. E assim fui anotando minhas experiências durante um bom tempo.
      Uma das maiores dificuldades dos interessados em sonhos lúcidos é sobre a dificuldade de lembrar dos sonhos. Normalmente isso acontece porque não foi estabelecido ainda o hábito de anotar os sonhos num diário(recomendado pelos especialistas na área).
O Diário dos sonhos, sempre como primeira pedra fundamental para construir uma boa memória dos sonhos. Anotar pelo menos um sonho, uns 4 a 5 dias por semana já é suficiente.
      Além dessa orientação, é fundamental que o onironauta(nós, exploradores dos sonhos) esteja atento para os seus períodos de despertar. A chance de lembrar de um sonho sempre será maior caso consiga despertar dentro de uma fase do ciclo do sono conhecida como REM. Essa fase do sono já foi explicada por aqui, mas saber uma maneira e como é simples conseguir acordar durante ela inevitavelmente vai ajudar a reforçar a memória dos sonhos.
    
Resumo para lembrar mais dos sonhos:
Passo 1: o diário dos sonhos deve sempre estar próximo da cama.
Passo 2: experimente acordar em horários diferentes. Após 4 horas de sono, 5 horas de sono… faça isso apenas algumas vezes e vá anotando os sonhos que conseguir lembrar.
Alerta: deve-se tomar o cuidado para não fazer essas experiências em demasiado e prejudicar a qualidade do sono. O ideal é num final-de-semana, sem grandes compromissos no dia seguinte.
Passo 3: nada de alarmes estridentes. Programe um alarme suficiente apenas para lhe acordar e assim, não morrer de susto! Fica difícil manter na memória um sonhos com um despertador surtado. Um alarme suave demais também pode não acordar direito e assim o sono se esvanecer ou desaparecer.
Passo 4: evite dormir cansado demais. Na medida que seu corpo pedir descanso não insista em ficar acordado, pois é o chamado natural para realizar os ciclos do sono e bombar os hormônios que o corpo tanto precisa.
Passo 5: experimente desejar sonhar com algo que lhe seja especial ou seja fascinante. De preferência que instigue seus desejos. Anote isso no seu diário dos sonhos.
.
.
Passo a sugerir então algumas experiências com base num interessante gráfico dos ciclos das fases do sono. Esse gráfico em especial, sugere o 4º ao 6º ciclo como os mais longos em termos de fases REM ou intervalos com os sonhos mais intensos e vívidos.
As partes em amarelo representam os períodos REM de sonhos intensos, em que mais temos sonhos lúcidos.

Experiências sugeridas(necessário o cálculo pessoal do tempo para cair no sono):

Os tempos abaixo significam tempo total de sono! No exemplo 1, deve-se calcular que se dormiu muito próximo disso.
1- Pelas 5:30h se iniciaria a 4º fase REM, durando até qse 30 min. Minha sugestão de experiência é programar para despertar 6h após ir pra cama.
.
Pelas 6:45h se iniciaria a 5ª fase REM, durando até qse 45 min. Talvez programar pra despertar 7:30h após ir dormir.
.
Pelas 8h chega a tal 6ª fase REM que é a mais rechonchuda, durando talvez até 60 min?! Quem sabe programar para despertar umas 8:50h após dormir(e haja sono heim!)?

.
   São apenas sugestões de experimentos. Há vários fatores envolvidos que implicam na necessidade de cada um conhecer bem quanto tempo em média leva pra pegar no sono. Despencar mesmo. E claro, o gráfico sugere uma média. Há variações de pessoa pra pessoa na duração do ciclo e distribuição deles. Especialmente, caso esteja com o sono atrasado, caso em que a fase REM chega mais rápido(ricocheteio de REM), mas normalmente ficamos mentalmente mais fracos.
Fontes:
DELANEY, Gayle. O Livro de Ouro dos Sonhos – All about Dreams, Rio de Janeiro: Ediouro, 2001
        Fiz uma pequena pesquisa de 02 meses, através de uma enquete, procurando reunir informações sobre quais eram as maiores dificuldades, dos onironautas interessados em sonhos lúcidos. A dificuldade mais votada foi a de conseguir lembrar dos sonhos. Dos 183 votos computados, 53(28%) foram para a maior dificuldade: a recordação dos sonhos.
       É interessante essa informação porque parece revelar que isso ainda pode ser mais frustrante do que conseguir se manter consciente ou prolongar a lucidez num sonho(34 votos – 18%). Pelas conversas com os onironautas, fica bem claro ser a maior queixa, a dificuldade de ficar lembrando e anotando os sonhos. Seja pelo pouco tempo que se dorme, pelo stress e  correria do dia-a-dia.  E isso é o primeiro passo para conseguir ter consciência nos sonhos:

O reconhecimento do estado do sonho, pode depender fundamentalmente dos pequenos exercícios de anotações dos sonhos.
“O mecanismo(anotar) ainda não está bem claro, com relação a interferência do modo como isso ajuda a conseguir ficar consciente nos sonhos. Mas uma hipótese interessante é que vamos exercitando o reconhecimento daquela realidade que pertence a nossa mente. E para exercitar o reconhecimento daquela realidade, precisamos pelo menos, lembrar dela.”

         Assim como a maioria, também tenho problemas com uma rotina agitada que me dificultam um pouco, criar o tempo para lembrar dos sonhos e fazer as anotações. Assim, como sugestão imediata e eficiente, segue o link com as orientações da Dra. Delaney, na parte mais embaixo do texto, há descrição minuciosa em 8 passos para fazer bombar a recordação dos sonhos.:

https://www.sonhoslucidos.com/2010/12/como-lembrar-dos-sonhos.html
    

         Outra informação interessante foi que 48 votos ou 26% se manifestaram sem paciência para usar um método de indução de sonho lúcido. Vale informar aqui, os métodos que considero mais simples e de prática eficaz:
Adotar pelo menos 01 método de indução de sonho lúcido e seguir ele por algumas semanas, é uma boa  estratégia para descobrir qual método é mais compatível para o sonhador.

WBTB (Método Wake Back To Bed)
https://www.sonhoslucidos.com/2011/02/metodo-wake-back-to-bed.html

MILD (Mnemonic Induce Lucid Dream):
https://www.sonhoslucidos.com/2010/09/metodos-mais-conhecidos-para-conseguir.html

e  o
Tholey:
https://www.sonhoslucidos.com/2008/03/mtodo-para-aumentar-suas-percepes-num.html

       
          Prolongar a lucidez veio em 3º lugar com 34 votos ou 18%. Interessante que essa é a dificuldade que achava ser a que viriam em primeiro lugar. Terei que fazer uma nova enquete, dessa vez colocando o item “Ficar lúcido”. Pode ser que seja considerado mais difícil do que qualquer outro.

        Dormir o suficiente veio em 4º lugar, com 26 votos ou 14%. Nesse caso, pode-se deduzir, estar diretamente relacionado com a dificuldade de lembrar dos sonhos, pois fica difícil lembrar dos sonhos quando não se dorme o suficiente.

       No próximo post, comentarei sobre o Método da Contagem, do Stephen LaBerge e como ele fez eu ter sonhos lúcidos em 2 noites seguidas.

     É comum encontrar entre os sonhadores lúcidos, pessoas que já conseguiam ficar conscientes nos sonhos, desde a infância. Mesmo se enquadrando nesses casos, o onironauta experiente sabe perfeitamente da monumental importância de se manter ativo um “Diário de Sonhos.

     Dificilmente um psicólogo(que use os sonhos como ferramentas) ou estudioso da área dos sonhos, deixará de recomendar, em primeiro lugar, o uso de um diário dos sonhos para fortalecer a memória dos sonhos. No meu caso, vinha usando uma agenda semi-nova(do banco), praticamente vazia. Atualmente(2013), venho utilizando um netbook, devido a letra horrível em que eu mal conseguia ler depois!…

      Quero destacar os motivos que fazem a importância do Diário se tão grande.

As anotações dos sonhos tornam a memória dos sonhos fortalecida, mais viva e cheia de detalhes.

   1ª – É necessário treinar nosso cérebro para recordar o que sonhamos. Sem essa capacidade, seremos incapazes de sequer lembrar o que sonhamos. Sem esse tipo de memória até os sonhos sem consciência não serão lembrados. Pode inclusive acontecer de ficarmos conscientes/ lúcidos, mas não lembrarmos do que foi sonhado.

  2º – Na medida que exercitamos nossa capacidade de recordação, vamos aprendendo a reconhecer a estrutura da realidade dos sonhos. Isso por si só, pode nos tornar capazes de flagrar que estamos apenas sonhando.

  Gayle Delaney, muitas vezes citadas nesse blog(https://www.sonhoslucidos.com/search/label/Como%20Enfrentar%20Pesadelos ), defende o uso do diário, argumentando sobre a melhora da memória com relação aos sonhos. Mesmo não referindo seu uso para os sonhos lúcidos, vale destacar que aponta seu uso como sendo crucial para o aumento da capacidade de se lembrar de um sonho pela manhã.

    Por exeperiência própria, relato como nossos sonhos passam a ser lembrados com uma vivacidade, nitidez impressionantes. Nas últimas semanas, com as férias da faculdade, tenho me dedicado em anotar com mais cuidado meus sonhos. Dedico pelo menos uns 10 min/dia  anotando eles.
.