Tag

Instituto do Cérebro

Browsing
     Visita ao Instituto do Cérebro, centro de referência brasileiro. Tivemos o privilégio de conhecer de perto as instalações do Instituto do Cérebro – UFRN, em Natal-RN. Trata-se de um centro de pesquisas brasileiro, o qual reúne mentes brilhantes do nosso país e de outras nacionalidades. O Professor Doutor Sérgio Arthuro Mota Rolim, autor de tese “Aspectos Epidemiológicos cognitivo-comportamentais e neurofisiológicos do sonho lúcido”¹, segue conduzindo pesquisas em neurociências e nos apresentou pesquisas em andamento no instituto.
     No bate-papo comentou sobre a recente pesquisa(fora do instituto) com sonhos lúcidos, realizada por Ursula Voss, Allan Hobson e outros, na qual foram induzidos sonhos lúcidos por estímulos elétricos. A pesquisa traz dados curiosos, como a possibilidade de indução da consciência em sonho REM, numa faixa específica de frequência, conhecida como Gama, oscilando entre 25 e 40 Hz. Para Rolim, essa linha de pesquisa ainda deverá se aprofundar, para obtenção de resultados mais sólidos.
     Tivemos a oportunidade de acompanhar uma pesquisa junto ao Hospital Universitário Onofre Lopes, onde o professor Sérgio pesquisa a aplicação de aumento de latência de sono REM e seus efeitos sobre a depressão. No laboratório de sono, acompanhamos o início do sono do paciente-voluntário e tivemos uma mini-aula sobre os registros de atividades neurofisiológicas e o significado dos diversos tipos de frequências cerebrais.
Mini-aula com o professor Sergio Rolim sobre neurofisiologia.
       Com pesquisas desde 2007 sobre sonhos lúcidos, totalizando 13 anos com o sono em geral, Sérgio fez observações fascinantes sobre o tipo de estímulo que acredita ter mais possibilidade de interferência ou ser incorporado no sonho: o som. De acordo com os relatos coletados, em suas pesquisas, verificou ser uma ferramenta, com grande potencial para se trabalhar possíveis frequências de indução de sonhos lúcidos.
       Ainda no Instituto do Cérebro, tivemos a oportunidade de conversar com alguns pesquisadores e presenciar o andamento de pesquisas como na área de neurobiologia celular, biotecnologia, neurofisiologia computacional, neurofeedback entre outros…
Visita ao laboratório, no qual acontecia a pesquisa com neurofeedback.
        Voltamos a conversar sobre a pesquisa realizada por Sérgio Rolim, através de um grande questionário para mais de 4.000 sonhadores lúcidos. Foram 20 questões, relacionando elementos como aspectos desses sonhos, temas recorrentes e fatores determinantes na indução.
       Com a análise dos resultados, descobriu-se a identificação de possíveis elementos que favoreçam a indução da consciência nos sonhos, com destaque em primeiro lugar para a intenção. Isso significaria que adormecer desejando ter o sonho lúcido, pode ser mais determinante do que se imagina. Tal resultado é corroborado por pesquisadores alemães², em que fizeram um levantamento sobre diversas técnicas de indução e a intenção(propósito) ficou com uma pontuação razoável.
Casal de sonhadores lúcidos  que realizou a visita 🙂
           Já ressaltei a importância da indução algumas vezes. Vale relembrar uma boa ideia de sua aplicação:
    – Antes de dormir, procure se imaginar, intensamente, experimentando um sonho ou vivenciando um sonho como se já estivesse nele. Ainda durante esse exercício imaginativo – acordado – reconhecendo que está sonhando.
Fontes:
(1) ROLIM, Sérgio A. M. Aspectos Epidemiologiocos Cognitivos-Comportamentais e Neurofisiológicos dos Sonhos Lúcidos. Tese(Doutorado em Psicobiologia).  – Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Natal. 2012.
(2) STUMBRYUS, Tadas. ERLARCHER, Daniel. SCHADLICH, Melanie. SCHREDL,Michael Schredl Induction of lucid dreams: A systematic review of evidence. Conciousness and Cognition 28.07.2012 – ELSEVIER.
https://www.sonhoslucidos.com/2012/12/aspectos-socio-demograficos-cognitivo.html
https://www.sonhoslucidos.com/2014/05/proposito-na-inducao-de-sonhos-lucidos.html