Tag

Maiores Sonhadores Lúcidos

Browsing

     Conseguir ficar consciente nos sonhos é uma experiência fantástica. A sensação embriagante de liberdade, poder, prazer, criatividade… de explorar esse território tão pouco conhecido!… Mas uma questão que não se encerra tão cedo é sobre a comparação entre a lucidez no sonho lúcido e a lucidez no estado desperto(vigília). Afinal, quando temos um sonho lúcido, estamos tão conscientes quanto na vigília?

Existe diferença entre a consciência quando estamos acordados e a consciência no estado mental dos sonhos lúcidos?

    Não vou entrar, por enquanto, em detalhes técnicos das pesquisas realizadas por Allan Hobson que são contestadas por LaBerge. Já fiz uma abordagem superficial sobre esse tema.
    
    Trago o questionamento para nós onironautas, no sentido de procurar identificar como é essa consciência no sonho lúcido, quando comparamos com a vigília.

    O exemplo a seguir, ilustra bem esse problema. Foi o onironauta Free-Lipe que teve um sonho lúcido em que resolveu fazer as seguintes experiências:

“Ultimamente, estou tentando lembrar memórias básicas da vigília: dados pessoais como nome completo, idade, endereço, rg…etc rsrs

Só tentei isso duas vezes até agora: a primeira vez, eu estava consciente, mas sem muito controle, e o sonho não estava muito nítido, mas lembrei de perguntar a mim mesmo meu nome completo e idade e disse em voz alta: “Meu nome é Felipe Santos de Oliveira, tenho 19 anos…” no sonho isso fez sentido, mas na verdade tenho 21 anos ! kkkkkkkk Ou seja, acertei meu nome completo, mas por algum motivo a informação da idade falhou…

Na segunda tentativa, no SL eu estava conversando com um velhinho e perguntei pra ele: Qual é meu nome completo? Ele respondeu corretamente. Perguntei a minha idade e ele respondeu que eu tinha 25! Na hora eu soube que a resposta estava errada, mas não soube ao certo dizer quanto anos eu tinha, então falei pra ele: “É…more or less!” kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Depois disso, começamos a conversar em inglês até que fui perdendo a lucidez…”

O próprio termo onironauta traz o significado(do grego) de explorador dos sonhos. E será pelas auto-experimentações que teremos boas chances de entender melhor nossa consciência… pelo menos nos sonhos!

       Considero o exemplo dele muito bom como ponto de partida para procurarmos entender melhor o que é essa nossa consciência e principalmente, como ela se dá durante um sonho lúcido.

       Podemos lembrar os casos dos sonhadores lúcidos em laboratórios de sono que foram perfeitamente capazes de realizar experiências que exigiram a memória dos testes que deveriam fazer, habilidade para execução das experiências e a manutenção da capacidade reflexiva durante os experimentos. Esse pessoal foi simplesmente capaz de enviar mensagens codificadas, através dos movimentos dos olhos enquanto faziam as experiências!… Acredito que esses onironautas consigam manter um altíssimo grau de consciência.

Beverly d’Urso é uma das melhores onironautas que os laboratórios de sono já conheceram.

       Por outro lado, esses experimentos não exigiam maior uso da memória. Eram exercícios simples como efetuar agachamentos e comparar o tempo com o estado desperto. Contar até 10 ou realizar atividades que exigissem coordenação motora. Ainda assim havia necessidade de lembrar da experiência a ser executada e dos códigos a serem enviados, no momento certo.

       É interessante notar como não é tão comum os onironautas conseguirem lembrar dos experimentos que gostariam de fazer em seus sonhos lúcidos. Afirmo isso como exclusiva opinião minha, com base nos relatos(e ausência de) dos onironautas nos mais variados fóruns e comunidades sobre o assunto. É pouco comum encontrar sonhadores lúcidos debatendo sobre seus experimentos previamente planejados, os resultados e as diferenças com os demais. Mas isso parece estar gradativamente mudando. Talvez com a abordagem certa, isso possa ser melhor estimulado.

Paul McCartney criou uma das maiores músicas da história, Yesterday a partir de um sonho… mais uma das inúmeras histórias do estado mental dos sonhos proporcionando resultados fabulosos.

       Talvez uma idéia interessante seja estipular um “Desafio Lúcido” semanal. Isso já é realizado na comunidade de Sonhos Lúcidos do Orkut. Um sonhador lúcido por vez, estipula qual o “desafio lúcido” que irá vigorar durante aquela semana. Trata-se de pequenos testes como se olhar num espelho, plantar bananeira, atravessar paredes, em que os onironautas que vão conseguindo realizar o feito, registram os resultados das suas experiências.

       A provocação do surgimento da consciência pode se dar de uma maneira bem lúdica: o desejo de realizar uma tarefa num sonho lúcido e poder relatar aos demais onironautas como foi a experiência.

       Na medida em que esses testes forem se desenvolvendo, acredito que haverá melhor possibilidade de se entender como é a nossa consciência durante o sonho lúcido.

       Até hoje nunca houve qualquer notícia de algum sonhador lúcido com sequelas porque experimentou a consciência durante os sonhos. Volta e meia a questão entra em discussão nas comunidades, mas é interessante dar atenção para deixar bem claro algumas coisas.
       Uma delas é que os sonhos lúcidos, vem sendo praticados naturalmente há séculos atrás. Os yogues tibetanos dominam secularmente as técnicas e a menos que a gente aceite o estilo de vida deles como insanidade ou loucura, eles continuam levando a vida deles numa buena.
Yogues tibetanos praticam sonhos lúcidos há séculos, sem quaisquer efeitos colaterais.
       No ocidente há relatos bem conhecidos, de séculos atrás, seja como o do marques Saint Denys e do psiquiatra Holandes, Fredrick Willelms Van Eeden(sonhos anotados desde os 13 anos – 352 sonhos lúcidos num período de 14 anos) que pesquisavam e exercitavam seus sonhos lúcidos.
        Existem sonhadores lúcidos com altíssima frequencia de consciência nos sonhos, como a Beverly D’Urso, Worsley, LaBerge e esses caras são estudiosos e muitos deles com doutorados e Ph.D… o_O ô mentezinhas perturbadas heim! Um relato ou mensagem da pesquisadora e sonhadora lúcida, Ph.D, Beverly D’Urso pode ser encontrado aqui:
Beverly D’Urso, Ph.D, pesquisadora que colaborou com a comprovação da existência dos sonhos lúcidos na década de 80, nos laboratórios de sono da Universidade de Standford, com Stephen LaBerge, é uma das maiores sonhadoras lúcidas do mundo.
        O que me parece mais provável na minha opinião, ressaltando que sou leigo e não tenho formação na área de psicologia ou psicanálise,  é sim que ao voltarmos alguma atenção para os nossos sonhos, certos problemas que haviam passado despercebidos no nosso cotidiano comecem a se manifestar. Basta lembrar que um dos primeiros passos para conseguir lembrar de um sonho é começar a anotar os seus sonhos. Apenas isso já é suficiente pra trazer um relatório do que anda se passando com mais frequencia pela mente enquanto estamos dormindo. Isso nos aproxima de interessantes pensamentos da Dra. Gayle Delaney, uma das maiores autoridades do planeta, quando o tema são os sonhos.




Gayle Delaney, uma das maiores autoridades do tema dos sonhos na psicologia, possui opiniões bem interessantes sobre os sonhos lúcidos.
        Claro que agora estou apenas especulando, mas não parece razoável que ao tentarmos confrontar nosso próprio universo mental, certos medos, problemas de consciência, grandes preocupações possam se manifestar?… Talvez. E caso isso aconteça, isso é uma bela oportunidade para procurar entender porque esse teu problema ainda não foi resolvido. Vale a pena rever um trecho da Dra. Delaney que cito em outro post do blog: https://www.sonhoslucidos.com/2010/04/como-enfrentar-pesadelos.html .

        Deve ficar claro para todo aquele que procura se aventurar nessa nova área, seja por estudo, diversão ou controle de pesadelos que não há quaisquer registros de algum prejuízo mental ou físico, causados pelas experiências do uso da consciência durante os sonhos. Reiterando se tratar de uma prática efetuada há séculos que apenas nas últimas décadas está recebendo atenção da comunidade científica.

AVISO:  adicionei a ferramenta de Seguidores do blog, na forma de  “sonhadores lúcidos”, no canto embaixo a direita. Agradeço as visitas, aos votos na enquete e também aos que adicionarem(seguir)  😉

        

Beverly D’Urso, para mim é uma das maiores sonhadores lúcidas do mundo. Ela tem sonhos lúcidos desde os 7 anos de idade. Foi quando aprendeu a enfrentar terríveis bruxas que a faziam ter os maiores pesadelos.

 

http://wedreamnow.info/

.
Ela ajudou a comprovar a existência dos sonhos lúcidos nos laboratórios do sono. Stephen LaBerge precisou muito dela, nas pesquisas de comprovação dos sonhos lúcidos, na Universidade de Standford.  Beverly D’Urso, tem mestrado em Psicologia Cognitiva, doutorado em Inteligência Artificial, e já foi reconhecida como uma das sonhadoras lúcidas mais frequentes.
.
Entrevista com minha “ídola”(em inglês):

http://www.dreaminglucid.com/dreamspeak/DreamSpeak%2029-31%20Beverly%20D’Urso%20PhD.pdf

“Used by permission of The Lucid Dream Exchange, http://www.dreaminglucid.com/