Tag

técnicas

Browsing

    Um novo estudo (2017), conduzido por Denholm J. Aspy¹, pela Universidade de Adelaide, procurou realizar um comparativo, em termos de eficiência, envolvendo três métodos de indução de sonhos lúcidos bem conhecidos:  reality checks (testes de realidade), MILD e WBTB.

Photo by Magda Ehlers from Pexels

      Existem algumas considerações sobre o estudo que merecem atenção. Apesar  de não ter sido o foco da pesquisa, a técnica WILD foi considerada mais complexa, exigindo maior experiência para indução do sonho lúcido e também levando em conta possíveis efeitos adicionais/colaterais como a paralisia do sono. Particularmente eu apontaria ainda nesse possível “combo”, a possibilidade de alucinações hipnagógicas/ hipnopômpicas. Ressaltando que é curioso notar que para boa parte das pessoas interessadas em sonhos lúcidos – e aqui estou me referindo a uma parte dos frequentadores do Site/ Fórum/ Grupo do FaceBook –  essas experiências parecem não causar qualquer apreensão, ao invés disso, parecem até desejarem que aconteçam.

    A pesquisa dividiu e fez um comparativo entre as seguintes técnicas de indução: Reality Checks, MILD e WBTB, separando-as em 3 grupos da seguinte maneira:

  • Grupo 1 praticando Reality Checks isoladamente;
  • Grupo 2 aplicando Reality Checks com a Técnica WBTB; e
  • Grupo 3 utilizando Reality Checks com WBTB e MILD.

   Os resultados indicaram maior eficiência para o Grupo 3 que praticou Reality Checks, conjugado com as técnicas de indução WBTB e MILD. Vale ressaltar que mais de 60% dos voluntários dessa pesquisa, declararam-se não praticantes de qualquer técnica de indução de sonhos lúcidos até o início dos experimentos. Verificou-se uma intensificação na capacidade de recordação dos sonhos, para os praticantes da técnica MILD. A técnica MILD, de acordo com as conclusões do estudo, mostrou-se bastante apropriada para aqueles sem experiência prévia com técnicas de indução.

     Uma descoberta em especial referente a técnica MILD chama atenção: os voluntários, quando decidiram voltar a dormir e levaram menos de 05 minutos para cair no sono, foram aqueles com maior índice de ocorrência de sonhos lúcidos. A pesquisa aponta essa descoberta como o maior fator indicativo de incidência de sonhos lúcidos. Resumindo: no momento que o voluntário/sonhador, o qual estava aplicando a técnica MILD, resolvesse deitar para dormir, caso levasse menos de cinco minutos para entrar no sono, as chances de ter um sonho lúcido aumentavam consideravelmente.

Referências Bibliográficas:

1 – Reality Testing and the Mnemonic Induction of Lucid Dreams: Findings From the National Australian Lucid Dream Induction Study (2017) American Psychological Association 2017, Vol. 27, No. 3, 206–231 1053-0797/17/$12.00 http://dx.doi.org/10.1037/drm0000059.

Procurando por novas técnicas de indução de sonhos lúcidos, deparei-me com uma bastante promissora. Chama-se “START”: Socially  Triggered  Awareness  Reality  Test. Ao traduzir: Teste de Realidade da Consciência Desencadeada Socialmente.

Resumindo, ela está baseada no uso em alguma parte do vestuário, pelo sonhador, de uma frase que irá desencadear um reality check. Pode ser uma camiseta com a frase pedindo para perguntar “Ask me if I’m dreaming”.

shirt
Exemplo de camiseta na qual aplica a Técnica Start para indução de sonhos lúcidos.

A Técnica Start:

1 – Antes da conversa que irá desencadear a Técnica Start, prepare algo que possa ser usado ou vestido, com boa visibilidade e com as palavras: “Ask me if I´m dreaming”, no nosso português – Pergunte-me se estou sonhando. Um bom exemplo poderia ser uma etiqueta adesiva, com as palavras escritas. Outra alternativa, vestir uma camiseta com a frase.

2 – Vá para sua faculdade, escola, trabalho ou qualquer ambiente que favoreça uma boa interação social, utilizando a roupa ou objeto com a frase.

3 – De vez em quando alguém lhe perguntará se você está sonhando, seja um amigo, estranho ou conhecido…

4 – Quando alguém lhe questionar se está sonhando, faça um reality check – teste de realidade, seja observando sua mão, observando a hora no relógio etc.. – e caso sua mão esteja distorcida ou o relógio surtado, certamente você saberá que está sonhando.

5 – Após o teste de realidade, aproveite a oportunidade para conversar com a pessoa que lhe perguntou. Pode ser interessante, afinal não é todo dia que descobrimos pessoalmente, alguém que também se interesse pelos sonhos lúcidos.

chat
Através da Técnica Start, proposta por Daniel Love, os sonhadores lúcidos terão oportunidade de interagir e conversar sobre o tema.

Uma questão central dessa técnica diz respeito as principais regiões que são ativadas no cérebro quando conversamos. Seriam antagônicas às regiões quando estamos sonhando. Essa relação, de acordo com Love, poderia beneficiar a potencialidade de atingir a lucidez durante o sonho.

Ainda não experimentei a Técnica Start, mas pelo que li a respeito e porque o autor dela é um pesquisador de longa data e autor de livro sobre o tema, aposto minhas fichas e claro, estou ansioso para experimentá-la.

 

Referências Bibliográficas:

https://www.thelucidguide.com/single-post/the-START-Technique-Socially-Triggered-Awareness-Reality-Test

http://www.world-of-lucid-dreaming.com/socially-triggered-awareness-technique.html

https://teespring.com/stores/thelucidshop